sicnot

Perfil

Desporto

PSG vence Lyon e mantém pressão sobre líder Mónaco

CHRISTOPHE PETIT TESSON

O Paris Saint-Germain (PSG) venceu este domingo o Lyon por 2-1 e manteve assim em três pontos o atraso na Liga francesa de futebol para o Mónaco de Leonardo Jardim, à 30.ª jornada.

Com Anthony Lopes na baliza, o Lyon, que manteve o quarto lugar, até se adiantou cedo no marcador, num canto na esquerda que teve um primeiro desvio de cabeça para o segundo poste onde surgiu Lacazette a encostar para golo, aos 6 minutos.

O tetracampeão PSG não se intimidou e empatou, aos 34, em lance de envolvimento concluído por Rabiot, poucos minutos antes do alemão Julien Draxler concluir um lance ao primeiro toque no que resultou na reviravolta, aos 40.

Com o triunfo, o PSG soma agora 68 pontos, menos três do que o Mónaco, que horas antes continuou a saga goleador, ao vencer fora o Caen por 3-0, com João Moutinho a titular e Bernardo Silva a entrar apenas aos 82 minutos.

Dias depois de afastar o Manchester City na Liga dos Campeões, o conjunto orientado pelo técnico português deslocou-se a casa do 16.º classificado para nova demonstração de poderio, que resultou em golo madrugador do jovem Mbappe, aos 13 minutos.

O jogador de 18 anos, chamado pela primeira vez principal francesa no decorrer da semana, voltou a marcar, aos 81, a cruzamento de João Moutinho, para 3-0 final. Fabinho, aos 49, tinha marcado o segundo de grande penalidade.

Os monegascos têm um registo de 87 golos marcados (em 30 jogos), seguidos a longa distância na eficácia pelos rivais desta noite, PSG e Lyon, com 60.

No outro jogo, o Saint-Étiènne valeu-se um golo solitário de Jordan Veretout (77) para se aproximar do quinto lugar de Marselha, que empatou, e Bordéus, que somam mais dois pontos (46-44).

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.