sicnot

Perfil

Desporto

Vardy admite que recebeu ameaças de morte após saída de Ranieri

O avançado inglês admitiu esta segunda-feira que recebeu, através das redes sociais, ameaças de morte depois de o Leicester ter despedido o treinador Cláudio Ranieri, que conduziu a equipa ao título de campeão inglês de futebol.

O treinador italiano deixou o clube, ainda campeão em título, há cerca de um mês, com a equipa a lutar pela manutenção, tendo sido noticiado que Vardy teria tido influência na saída de Ranieri.

No estágio da seleção inglesa, Vardy referiu que tem recebido "ameaças de morte à família, filhos", sobretudo nas redes sociais, mas também tem sido abordado na rua.

"Os adeptos de futebol não parecem gostar de mim. Eu deixo andar, mas quando as pessoas abordam a tua mulher quando ela está a conduzir sozinha, com as crianças na parte de trás do carro, não é bom. Já aconteceu várias vezes", lamentou.

O avançado negou ter estado em reuniões que levaram ao despedimento de Ranieri, revelando que numa dos dias em que alegadamente tinha tido um encontro passou três horas num controlo antidoping.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.