sicnot

Perfil

Desporto

Bartra viaja para o Mónaco para apoiar colegas de equipa

O futebolista espanhol do Borussia Dortmund Marc Bartra, que se encontra a recuperar de ferimentos sofridos num ataque ao autocarro da equipa a 11 de abril, viajou esta quarta-feira para o Mónaco para apoiar a equipa.

O Dortmund procura anular na segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, marcada para hoje pelas 19:45, a vantagem de 3-2 que o Mónaco de Leonardo Jardim conquistou no primeiro jogo, disputado na Alemanha.

Segundo o jornal alemão Bild, o defesa espanhol, de 26 anos, viajou hoje pelas 12:00 para o principado para apoiar os colegas, depois de ter ficado ferido num braço pelos estilhaços causados pela detonação de três engenhos explosivos junto ao autocarro da equipa.

O jogo da primeira mão foi adiado para o dia 12 de abril e a polícia alemã continua a investigar o caso, tendo sido realizada uma reconstrução do incidente, que atacou o autocarro da equipa de Raphael Guerreiro, na terça-feira.

No local do atentado foram encontrados vários documentos que apontam para um apoiante do Estado Islâmico, tendo sido detido, a 12 de abril, um iraquiano de 26 anos, ainda que fontes policiais tenham descartado ligações do suspeito ao atentado.

Lusa

  • Ataque em Dortmund pode ser obra da extrema-direita
    1:38

    Mundo

    As autoridades alemãs continuam a investigar o ataque ao autocarro do Borussia Dortmund que fez 2 feridos, entre eles o defesa espanhol Marc Bartra. Inicialmente, o caso foi tratado como um ataque jihadista, mas há agora a hipótese de que possa estar ligado à extrema-direita. Esta terça-feira, os investigadores fizeram a reconstituição dos acontecimentos.

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15