sicnot

Perfil

Desporto

Frederico Morais subiu para o 19.º lugar do ranking mundial de surf

(Arquivo)

LUSA

O português Frederico Morais subiu esta quarta-feira três posições para o 19.º lugar do "ranking" mundial de surf, após ter terminado a terceira etapa do circuito entre os cinco classificados.

Frederico igualou o seu melhor resultado entre a elite, que tinha sido alcançado em 2015 no Moche Rip Curl Pro Portugal, então como wild-card, depois de ter iniciado o Rip Curl Pro Bells Beach, a terceira e última etapa australiana do ano, no 22.º lugar, após o 13.º lugar na Gold Coast e o 25.º em Margaret River.

Com os 5.200 pontos conquistados em Bells Beach, o cascalense, soma 7.450, em igualdade com o australiano Mick Fanning, campeão do mundo em 2007, 2009 e 2013, e o taitiano Michel Bourez.

O havaiano John John Florence, atual campeão do mundo, mantém a liderança do circuito, com 23.000 pontos, após ter chegado às meias-finais, sendo agora seguido do sul-africano Jordy Smith, vencedor Rip Curl Pro Bells Beach, e do australiano Owen Wright, que conquistou a primeira etapa, ambos com 19.200.

A maior subida no ranking foi protagonizada pelo brasileiro Caio Ibelli, finalista em Bells Beach e que derrotou duas vezes Frederico, na quarta ronda e nos quartos de final, com a conquista de 12 lugares, até ao sétimo posto.

Destaque ainda para a ascensões do havaiano Ezequiel Lau, semifinalista no campeonato que terminou esta quarta-feira, e do brasileiro Wiggolly Dantas para os 11.º e 23.º lugares, respetivamente, correspondendo a subidas de 11 lugares na hierarquia.

A quarta etapa do circuito mundial vai ser o Oi Rio Pro, a disputar entre 9 e 20 de maio, na praia de Saquarema, no Rio de Janeiro, onde John John vai defender o título conquistado em 2016.

Lusa

  • Os efeitos dos incêndios na natureza
    2:46

    País

    Cheias frequentes, erosão dos solos e contaminação dos rios e albufeiras são as previsões unânimes da comunidade científica para os próximos tempos, na sequência dos incêndios florestais. À SIC, o hidrobiólogo Adriano Bordalo Sá e o investigador de recursos florestais Rui Cortes alertam: é necessário começar a tratar da terra queimada o mais rapidamente possível.

  • Número de vítimas mortais dos incêndios sobe para 45

    País

    Uma pessoa que estava internada no Hospital da Prelada, Porto, na sequência dos incêndios do dia 15 nas regiões Centro e Norte, morreu hoje, anunciou a unidade hospitalar, subindo assim para 45 o número de vítimas mortais daqueles fogos.

  • "Isto é quase como uma faca nas costas"
    0:40
  • Achado inédito encontrado na nau de Vasco da Gama naufragada em Omã

    Mundo

    Uma equipa de investigadores afirma ter encontrado, ao largo da costa de Omã, o mais antigo instrumento de navegação alguma vez descoberto. O achado arqueológico é um astrolábio e terá sido localizado no meio do que resta da nau Esmeralda, da frota de Vasco da Gama, naufragada no Oceano Índico em 1503.

    SIC

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.