sicnot

Perfil

Desporto

Procuradoria brasileira quer guarda-redes condenado por homicídio de novo na prisão

A Procuradoria Geral brasileira solicitou esta quinta-feira ao Supremo tribunal do país a anulação da libertação do antigo guarda-redes do Flamengo Bruno Fernandes, condenado em 2013 a 22 anos de prisão pelo homicídio de uma ex-namorada.

Bruno Fernandes, condenado pelos crimes de sequestro, assassinato e ocultação de cadáver da ex-namorada Eliza Samudio, cumpriu apenas um terço da pena, aguardando em liberdade a decisão do recurso apresentado ao supremo tribunal.

O jogador de 32 anos, que representou o Flamengo entre 2006 e 2010, tinha entretanto assinado em março pelo clube Boa Esporte, da segunda divisão brasileira de futebol.

O recurso da procuradoria brasileira será analisado pelo Supremo a 25 de abril.

Lusa

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Cenário mais estável no Sardoal
    0:55

    País

    O presidente da Câmara do Sardoal, Miguel Borges, disse esta manhã que a situação está mais calma. No entanto, o autarca pede que não se desmobilizem os meios porque a situação pode mudar de forma imprevisivel. Miguel Borges alertou ainda para o cansaço dos bombeiros e agentes da Proteção Civil.

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04

    Mundo

    A Polícia do Rio de Janeiro deteve uma portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos. Ana Resende fazia-se passar por funcionária do consulado e prometia vistos e outros documentos para tirar dinheiro das vítimas. Esta é a terceira vez que a polícia brasileira detém a portuguesa por acusações de burla.