sicnot

Perfil

Desporto

Mónaco vai defrontar "uma das melhores defesas" da Europa

© Eric Gaillard / Reuters

O treinador do Mónaco o português Leonardo Jardim disse esta sexta-feira que a Juventus, adversária nas meias-finais da Liga dos Campeões de futebol, "é uma das melhores equipas da Europa no plano defensivo".

"Será um enorme adversário, como o Borussia Dortmund ou o Manchester City. A diferença é que é uma das melhores equipas da Europa no plano defensivo", elogiou o técnico português.

O sorteio desta sexta-feira, em Nyon, Suíça, juntou monegascos a italianos nas meias-finais da 'Champions', com o primeiro jogo marcado para Monte Carlo, a 2 de maio. A segunda mão disputa-se na semana seguinte, a 9, em Turim.

"A Juventus tem muita experiência a este nível. Tem também a vantagem de ter praticamente conquistado o campeonato, o que lhe permite concentrar-se a fundo na Liga dos Campeões", admitiu Leonardo Jardim.

Em 2015, as duas equipas cruzaram-se nos quartos de final da mesma competição. Na altura, bastou à 'Juve' vencer em casa, por 1-0, já que o segundo encontro, em Monte Carlo, terminou em 'branco'.

"Foi uma eliminatória muito equilibrada. Fomos eliminados por um golo de diferença. Depois de termos sido afastados nos quartos de final, esperamos agora inverter esse cenário. Com 1-0 para nós, seria perfeito", disse o técnico, entre risos.

Lusa

  • Condutora que atropelou peregrinos "internada compulsivamente"

    País

    A condutora do veículo que hoje atropelou seis peregrinos na Estrada Nacional 365, em Alcanena, apresentava problemas do foro psicológico e teve de ser internada compulsivamente. O atropelamento esta madrugada fez uma vítima mortal, um homem, e feriu cinco pessoas, uma das quais em estado grave.

  • Maduro deve ser reeleito em eleições contestadas pela oposição
    1:46

    Mundo

    Os venezuelanos elegem hoje o Presidente que deverá estar à frente do país até 2025. Há quatro candidatos, mas Nicolás Maduro é o favorito na corrida. A oposição apelou ao boicote e vários países da América e das Caraíbas, os EUA e a UE já avisaram que não reconhecerão resultados de uma eleição que não é livre nem transparente.

  • A solução de Elon Musk para os engarrafamentos em Los Angeles
    1:23