sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Dortmund diz que detenção de suspeito do atentado pode ajudar equipa

Leon Kuegeler

O técnico do Borussia de Dortmund, Thomas Tuchel, considerou esta sexta.feira que a detenção de um suspeito vai ajudar os seus futebolistas a superar o trauma do atentado de 11 de abril.

"Estou convencido que para todos nós, que fomos atingidos diretamente, é muito importante haver uma explicação. Se os motivos forem esclarecidos, isso vai ajudar-nos muito a superar", disse o técnico durante a conferência de imprensa de lançamento do jogo da próxima jornada da liga alemã diante do Borussia Moenchengladbach.

A polícia alemã anunciou na manhã de hoje ter detido um homem suspeito de ter tentado dizimar a equipa germânica para poder especular a queda das ações na bolsa.

"Para mim, é impossível compreender, emocionalmente ou racionalmente, que se possa fazer uma coisa assim", prosseguiu o técnico, acrescentando que os próximos jogos da sua equipa serão "entre parênteses", até porque diz não se sentir capaz de exigir aos seus jogadores o mesmo nível que vinham patenteando.

Touchel refere ainda que agora pretende encontrar um equilíbrio justo entra a exigência competitiva e o direito de respeitar os jogadores. "O meu trabalho é encontrar um equilíbrio. Somos desportistas de alto nível, não precisamos de desculpas ou de álibis, mas esta situação é excecional", disse.

As medidas de segurança em redor da equipa, que para o técnico são compreensíveis, causam, no entanto, um sentimento de angústia: "Ver os policiais à nossa volta, fortemente armados, faz-nos sentir que a situação não é normal.

"Entretanto, Hans-Joachim Watzke, diretor-executivo do clube, anunciou hoje que o Borussia está em vias de criar uma unidade de proteção aos seus jogadores. "Efetuei nos últimos dias algumas entrevistas a especialistas em segurança, alguns ex-membros do GSG9 (unidade de elite da polícia) e do BKA (polícia criminal federal)", disse o patrão do Borussia Dortmund, acrescentando que o clube vai gastar muito dinheiro no reforço da segurança da equipa.

O Borussia de Dortmund foi vítima, em 11 de abril, de um atentado quando se encaminhava para o estádio para defrontar o Mónaco, na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.Na ocasião, explodiram três engenhos, tendo resultado feridos o defesa espanhol Marc Bartra e um polícia que fazia escolta à equipa.

Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25