sicnot

Perfil

Desporto

Estado gasta 2,5M€ em policiamento de futebol não profissional esta época

M\303\201RIO CRUZ

O Estado gastou, durante esta época desportiva, quase 2,5 milhões de euros (ME) no policiamento de jogos de futebol não profissional, sendo a maior fatia nos escalões juvenis e inferiores, revelou o Ministério da Administração Interna (MAI).

O Ministério da Administração Interna confirma que as forças de segurança "só contabilizam os gastos" nos escalões dos juniores, juvenis e inferiores, distritais de seniores e seleção nacional, não existindo números quanto aos grandes jogos, uma vez que "não é feita a contabilidade financeira do policiamento dos jogos da I Liga de futebol".

Segundo o MAI, o total de comparticipações do Estado, na atual época desportiva, aos jogos de futebol não profissionais situa-se nos 2,48 ME, enquanto na época 2015/16, esse valor chegou aos 2,93 ME.

As camadas juvenis e inferiores, que reúnem os jovens com menos de 16 anos, contabilizaram, durante esta época, 1,2 ME em policiamento, tendo, na época anterior, totalizado 1,4 ME.

Os dados do MAI indicam também que, na atual época, o Estado gastou cerca de 639 mil euros nos juniores e cerca de 617 mil euros nos campeonatos distritais de seniores.

Já na época desportiva 2015/2016, o total das comparticipações situou-se nos 781 mil euros para os juniores e cerca de 689 mil euros para os campeonatos seniores distritais.

Os gastos com o policiamento nos jogos da seleção nacional ascendem a quase 10 mil euros durante a época 2016/17, enquanto, na época anterior, atingiram os cerca de 25 mil euros.

Segundo a atual lei, o policiamento nos jogos de futebol não profissional não é obrigatório, sendo da responsabilidade dos clubes a avaliação do risco e o pedido para a presença das forças de segurança.

Com verbas oriundas da Santa Casa da Misericórdia, o MAI financia o policiamento dos jogos de futebol não profissionais de acordo com o escalão e faixa etária em 90, 80 e 50%, ficando o restante da comparticipação às forças de segurança a cargo do clube.

Em declarações recentes a secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, afirmou que foi "sempre efetuado policiamento" nos jogos de futebol em que foi solicitado.

Lusa

  • Penélope Cruz diz que contos de fadas são muito machistas

    Cultura

    Penélope Cruz revelou recentemente o sentimento de descontentamento com os contos de fadas que, a seu ver, são muito machistas. A atriz de 43 anos confessou que lê as histórias aos filhos, Leonardo de sete anos e Luna de quatro, mas que opta por alterar sempre o final.

    SIC

  • Kurt Cobain homenageado no dia em que faria 51 anos

    Cultura

    No dia em que faria 51 anos, se estivesse vivo, Kurt Cobain foi homenageado pela viúva, Courtney Love, e a filha do casal, Frances Bean. Através de publicações no Instagram, mãe e filha lembraram o fundador, vocalista e guitarrista dos Nirvana, que vai ficar para sempre na história da música.

    SIC

  • Google Maps esconde mansão de Puigdemont na Bélgica

    Mundo

    Depois de fugir de Espanha, Carles Puigdemont refugiou-se na Bélgica para evitar uma possível extradição. O refúgio que encontrou foi uma mansão no município de Waterloo, por 4.400 euros ao mês. Agora, a pedido do ex-presidente do Governo da Catalunha, essa mesma mansão foi "apagada" do Google Maps.

    SIC

  • 50 empresas estão a recrutar na Universidade Católica
    1:46

    Economia

    A Universidade Católica de Lisboa reuniu 50 empresas nacionais e internacionais numa feira de emprego esta terça-feira e amanhã. As empresas procuram novos candidatos para os lugares que têm disponíveis nos departamentos de Economia, Finanças e Gestão.