sicnot

Perfil

Desporto

Estado gasta 2,5M€ em policiamento de futebol não profissional esta época

M\303\201RIO CRUZ

O Estado gastou, durante esta época desportiva, quase 2,5 milhões de euros (ME) no policiamento de jogos de futebol não profissional, sendo a maior fatia nos escalões juvenis e inferiores, revelou o Ministério da Administração Interna (MAI).

O Ministério da Administração Interna confirma que as forças de segurança "só contabilizam os gastos" nos escalões dos juniores, juvenis e inferiores, distritais de seniores e seleção nacional, não existindo números quanto aos grandes jogos, uma vez que "não é feita a contabilidade financeira do policiamento dos jogos da I Liga de futebol".

Segundo o MAI, o total de comparticipações do Estado, na atual época desportiva, aos jogos de futebol não profissionais situa-se nos 2,48 ME, enquanto na época 2015/16, esse valor chegou aos 2,93 ME.

As camadas juvenis e inferiores, que reúnem os jovens com menos de 16 anos, contabilizaram, durante esta época, 1,2 ME em policiamento, tendo, na época anterior, totalizado 1,4 ME.

Os dados do MAI indicam também que, na atual época, o Estado gastou cerca de 639 mil euros nos juniores e cerca de 617 mil euros nos campeonatos distritais de seniores.

Já na época desportiva 2015/2016, o total das comparticipações situou-se nos 781 mil euros para os juniores e cerca de 689 mil euros para os campeonatos seniores distritais.

Os gastos com o policiamento nos jogos da seleção nacional ascendem a quase 10 mil euros durante a época 2016/17, enquanto, na época anterior, atingiram os cerca de 25 mil euros.

Segundo a atual lei, o policiamento nos jogos de futebol não profissional não é obrigatório, sendo da responsabilidade dos clubes a avaliação do risco e o pedido para a presença das forças de segurança.

Com verbas oriundas da Santa Casa da Misericórdia, o MAI financia o policiamento dos jogos de futebol não profissionais de acordo com o escalão e faixa etária em 90, 80 e 50%, ficando o restante da comparticipação às forças de segurança a cargo do clube.

Em declarações recentes a secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, afirmou que foi "sempre efetuado policiamento" nos jogos de futebol em que foi solicitado.

Lusa

  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.