sicnot

Perfil

Desporto

Tenista argentino Juan Mónaco retira-se aos 33 anos

O tenista argentino Juan Mónaco anunciou esta segunda-feira o fim da sua carreira profissional, despedindo-se dos 'courts' aos 33 anos, depois de 15 épocas no circuito profissional ATP.

"Queridos amigos, certamente estou a tomar a decisão certa. A nostalgia que me provoca... posso dizer-lhes que uma etapa maravilhosa da minha vida chegou ao fim. Retiro-me do ténis profissional", explicou, nas redes sociais, o tenista que atualmente era 196.º do ranking mundial.

Mónaco, que venceu nove torneios ATP, do qual chegou a estar no 'top 10', e integrou a seleção da Argentina na Taça Davis, assumiu que vive "muitos sentimentos juntos", pelo que admite que é "muito difícil resumi-los numa só nota".

"Sinto-me orgulhoso por ter disputado muitíssimos desafios durante tantos anos. Agradeço pelo que o ténis me deu: educação, disciplina, amizades e momentos inesquecíveis. Tristeza porque vou sentir falta de estar nos 'courts' de ténis", acrescentou.

Mónaco começou a carreira profissional em 2002, com 18 anos, e foi em 2012 que teve a melhor época, ao chegar ao 10.º lugar mundial. Também integrou a equipa argentina que venceu a Taça Davis em 2016.

Lusa

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42