sicnot

Perfil

Desporto

Tenista argentino Juan Mónaco retira-se aos 33 anos

O tenista argentino Juan Mónaco anunciou esta segunda-feira o fim da sua carreira profissional, despedindo-se dos 'courts' aos 33 anos, depois de 15 épocas no circuito profissional ATP.

"Queridos amigos, certamente estou a tomar a decisão certa. A nostalgia que me provoca... posso dizer-lhes que uma etapa maravilhosa da minha vida chegou ao fim. Retiro-me do ténis profissional", explicou, nas redes sociais, o tenista que atualmente era 196.º do ranking mundial.

Mónaco, que venceu nove torneios ATP, do qual chegou a estar no 'top 10', e integrou a seleção da Argentina na Taça Davis, assumiu que vive "muitos sentimentos juntos", pelo que admite que é "muito difícil resumi-los numa só nota".

"Sinto-me orgulhoso por ter disputado muitíssimos desafios durante tantos anos. Agradeço pelo que o ténis me deu: educação, disciplina, amizades e momentos inesquecíveis. Tristeza porque vou sentir falta de estar nos 'courts' de ténis", acrescentou.

Mónaco começou a carreira profissional em 2002, com 18 anos, e foi em 2012 que teve a melhor época, ao chegar ao 10.º lugar mundial. Também integrou a equipa argentina que venceu a Taça Davis em 2016.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.