sicnot

Perfil

Desporto

Terry admite terminar a carreira já esta época

O central internacional inglês John Terry, de 36 anos, disse que não coloca de parte a possibilidade de deixar o futebol já no final da época, na qual termina o seu contrato com o Chelsea.

Terry, figura emblemática do campeão inglês, ao qual chegou ainda em criança, aos juvenis, em 1995, explicou que ainda não tomou uma decisão em relação ao futuro apesar do interesse de outras equipas inglesas, da China ou Estados Unidos.

"Ainda não coloquei de parte a hipótese de domingo [frente ao Sunderland] ser o meu último jogo como profissional e retirar-me logo de seguida", referiu o jogador em declarações à estação televisiva Sky Sports.

O jogador disse, porém, que se chegar uma boa proposta, de Inglaterra ou do estrangeiro, que se irá sentar com a sua família e analisar a mesma, embora nenhuma decisão tenha sido tomada, encontrando-se numa fase de análise ao que fará.

Recentemente, o Chelsea anunciou que John Terry deixará o clube ao fim de 19 épocas nos londrinos, com os quais conquistou cinco títulos de campeão, cinco Taças de Inglaterra, três Taças da Liga, uma Liga da Europa e uma Liga dos Campeões.

"Não podia ter escrito história mais maravilhosa, saiu melhor do que pensei: sair como campeão e deixar o clube nas melhores mãos possíveis, com um magnífico grupo de jogadores, um treinador de primeiro nível e um dono fantástico", sublinhou.

O central, que conquistou o seu primeiro grande título com os 'blues' com a chegada do treinador português José Mourinho ao clube, em 2004/05, vestiu a camisola do Chelsea em 716 ocasiões, desde a sua estreia em 1998, e 579 como capitão.

"É um grande homem. Ajudou-me muito na minha primeira época no clube [a atual] . Teve um papel fabuloso, tanto dentro, como fora de campo", elogiou o treinador italiano Antonio Conte, que levou o clube ao título de campeão.

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.