sicnot

Perfil

Desporto

Selecionador faz apelo emocionado pela paz na Venezuela

O treinador da seleçãode sub-20 da Venezuela, que alcançou um inédito apuramento para a final do Mundial de futebol da categoria, deixou, no final do encontro, um apelo emocionado ao regime de Nicolás Maduro para que cessem os confrontos no país.

No final do encontro, em que os venezuelanos bateram o Uruguai no desempate por penáltis, Rafael Dudamel celebrou o feito de joelhos e em lágrimas, em pleno relvado do Daejeon World Cup Stadium, na Coreia do Sul.

JEON HEON-KYUN

JEON HEON-KYUN

JEON HEON-KYUN

Depois, perante as câmaras televisivas, o selecionador deixou um apelo emocionado ao Governo venezuelano:

"Por favor, parem as armas. Hoje a alegria foi-nos dada por um jovem de 17 anos e ontem morreu outro, também de 17 anos. Presidente, paremos já as armas. Porque esses jovens que saem à rua só querem uma Venezuela melhor. A Venezuela que ria, sorria e desfrutava da vida.", disse, sem tirar os olhos da câmara.

Nos conflitos, que duram há pouco mais de dois meses na Venezuela, já morreram mais de 80 pessoas.

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após noite de chuva intensa e queda de granizo
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC