sicnot

Perfil

Desporto

Selecionador faz apelo emocionado pela paz na Venezuela

O treinador da seleçãode sub-20 da Venezuela, que alcançou um inédito apuramento para a final do Mundial de futebol da categoria, deixou, no final do encontro, um apelo emocionado ao regime de Nicolás Maduro para que cessem os confrontos no país.

No final do encontro, em que os venezuelanos bateram o Uruguai no desempate por penáltis, Rafael Dudamel celebrou o feito de joelhos e em lágrimas, em pleno relvado do Daejeon World Cup Stadium, na Coreia do Sul.

JEON HEON-KYUN

JEON HEON-KYUN

JEON HEON-KYUN

Depois, perante as câmaras televisivas, o selecionador deixou um apelo emocionado ao Governo venezuelano:

"Por favor, parem as armas. Hoje a alegria foi-nos dada por um jovem de 17 anos e ontem morreu outro, também de 17 anos. Presidente, paremos já as armas. Porque esses jovens que saem à rua só querem uma Venezuela melhor. A Venezuela que ria, sorria e desfrutava da vida.", disse, sem tirar os olhos da câmara.

Nos conflitos, que duram há pouco mais de dois meses na Venezuela, já morreram mais de 80 pessoas.

  • "Ataque terrorista" no centro de Barcelona

    Ataque em Barcelona

    Uma carrinha atropelou várias pessoas esta tarde em Barcelona, Espanha, na área turística de Las Ramblas. A polícia confirma oficialmente um morto e 32 feridos, mas outras fontes asseguram a existência de várias vítimas mortais. As autoridades falam de um "ataque terrorista" e revelaram a foto do suspeito.

    Direto

    SIC

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19