sicnot

Perfil

Desporto

UEFA anuncia cinco novos prémios para jogadores a competir nas provas de clubes

A UEFA anunciou esta terça-feira a atribuição de cinco novos prémios aos futebolistas que competiram em 2016/17 na Liga dos Campeões (melhor guarda-redes, defesa, médio e avançado) e na Liga Europa (melhor jogador).

A entrega dos prémios da principal competição de clubes europeia vai coincidir com o anúncio dos melhores jogadores do ano da UEFA, masculino e feminino, no Mónaco, a 24 de agosto.

O prémio referente para o melhor jogador da Liga Europa será entregue no dia seguinte, a 25 de agosto. Os melhores do ano vão ser escolhidos entre os futebolistas a atuar na Europa, tendo por base o desempenho em todas as competições, internas ou internacionais, de clubes ou de seleções.

Os eleitores vão ser os treinadores das equipas presentes na fase de grupos da Liga dos Campeões e Liga Europa, que não podem votar em jogadores das suas equipas, e 55 jornalistas do grupo da European Sports Media (ESM), em representação de cada uma das 55 federações nacionais que integram a UEFA.

A 04 de agosto vai ser anunciada a lista de candidatos aos prémios, enquanto os três nomeados para melhor do ano vão ser revelados a 15 de agosto, depois da conclusão do Europeu feminino de 2017.

O Prémio Presidente da UEFA 2017 será entregue no Mónaco a Francesco Totti, que recentemente concluiu a sua longa ligação à Roma, como reconhecimento pela extraordinária carreira do futebolista italiano.

Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, até ao final de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano vão ser contratados novos assistentes de bordo, mas o sindicato diz que não chega.

  • "Um ataque e uma humilhação contra o povo catalão"
    1:35