sicnot

Perfil

Desporto

Chapecoense falha jogo com Benfica para a Eusébio Cup

Marcos Brindicci

A equipa brasileira do Chapecoense já não vai participar, como estava previsto, na Eusébio Cup, alegando que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) inviabilizou essa participação por incompatibilidade de datas, informou esta quarta-feira o Benfica.

A Chapecoense comunicou hoje a indisponibilidade ao Benfica para realizar essa partida amigável, argumentando que a CBF não a autorizava por existirem jogos oficiais do campeonato brasileiro e da Taça Sul-americana e a impossibilidade de transferência de datas.

De resto, o clube brasileiro emitiu um comunicado no qual dá conta do cancelamento da partida entre as duas equipas, prevista para 22 de julho, no âmbito da Eusébio Cup.

"Atendendo ao estabelecido na cláusula terceira, 3.2, letra 'h', do contrato firmado, a Chapecoense solicitou autorização à CBF, mas, conforme documento em anexo, esta alegou que devido à existência de jogos oficiais do campeonato brasileiro e da Copa sul-americana, não será possível a transferência de datas, razão pela qual indeferiu a autorização, o que impossibilita a realização da partida amistosa", lê-se no comunicado do clube brasileiro.

Lusa

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33

    Ataque em Barcelona

    O jornal espanhol El Pais divulgou hoje  as primeiras imagens da carrinha que matou 13 pessoas e feriu mais de 100 em Barcelona. O vídeo foi registado por  uma câmara de videovigilância de um museu nas Ramblas. Mostra pessoas a desviarem antes da passagem rápida da carrinha branca. Esta terá sido a parte final do percurso feito pelo veículo.

  • Castelo Branco aposta na cultura para preservar raízes e fomentar turismo
    5:26

    SIC 25 Anos

    Com perto de 200 mil habitantes, o distrito de Castelo Branco luta para criar projetos diferenciadores para atrair e ancorar a população. O desemprego tem vindo a baixar, numa região fortemente envelhecida. A capital do distrito aposta na cultura para preservar as raízes e fomentar o turismo, e a Universidade da Beira Interior tem cada vez mais alunos estrangeiros.