sicnot

Perfil

Desporto

Seleção sub-21 estreia-se hoje no Europeu frente à Sérvia

A seleção portuguesa de futebol de sub-21 inicia hoje a sua participação no Campeonato da Europa da categoria, numa partida frente à Sérvia, na cidade polaca de Bydgoszcs.

A formação comandada por Rui Jorge entra em campo às 18:00 locais (17:00 em Lisboa), com o estatuto de vice-campeã europeia, depois de em 2015, no Euro realizado na República Checa, ter perdido na final, frente à Suécia, no desempate por grandes penalidades.

Portugal chega ao Europeu com uma impressionante série 30 jogos oficiais sem conhecer o sabor da derrota, desde 2011, quando a formação sub-21 lusa perdeu frente à Rússia.

A seleção das 'quinas' completou a fase de apuramento para este Euro 20017 com oito vitórias e dois empates, apontando 34 golos e sofrendo apenas cinco.

Com estes números, sustentados numa equipa recheada de 'estrelas' como Renato Santos, Gonçalo Guedes, Diogo Jota, entre muitos outros, a formação lusa parte como uma das favoritas para o triunfo final.

Portugal e Sérvia defrontam-se no primeiro jogo do Grupo B, sob arbitragem do francês Benôit Bastien, antes de Espanha e Macedónia se defrontarem, em Gdynia, às 20:45 locais (20:45 Lisboa).

Lusa

  • A estreia de Centeno como líder do Eurogrupo
    1:56
  • Puigdemont chegou à Dinamarca e não foi detido

    Mundo

    A Justiça espanhola pediu à Dinamarca para ativar a ordem de detenção europeia contra Carles Puigdemont, que ignorou as ameaças de detenção e decidiu deslocar-se a Copenhaga para participar numa conferência. Entretanto na Catalunha, o presidente do parlamento propôs Puigdemont para voltar a dirigir o Governo Regional.

  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

    Luís Marques Mendes

  • O caso Assange é "um problema" para o Equador

    Mundo

    O Presidente equatoriano, Lenin Moreno, declarou no domingo que o asilo atribuído ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange, pela embaixada do Equador em Londres desde 2012 é "um problema herdado" que constitui "mais que um aborrecimento".