sicnot

Perfil

Desporto

Lewis Hamilton penalizado com cinco lugares na grelha do GP da Áustria

CHRISTIAN BRUNA

O inglês Lewis Hamilton, da Marcedes, vai ser penalizado em cinco lugares na grelha de partida para o Grande Prémio da Áustria de fórmula, por ter trocado de caixa de velocidades antes de tempo, foi esta sexta-feira anunciado.

Esta sexta-feira à tarde, enquanto Hamilton era o mais rápido a rolar na pista, o relatório do delegado técnico da Federação Internacional do Automóvel para o Red Bull Ring de Spielberg, o alemão Jo Bauer, dava conta do castigo imposto a Hamilton, por não cumprir um ciclo de seis corridas com a mesma caixa.

A mudança antecipada vai contra o artigo 23.5a do regulamento da FIA, pelo que Hamilton perderá alguns lugares na partida, mesmo que seja o mais rápido nos treinos oficiais - nos treinos livres desta sexta-feira foi o melhor, com uma volta em 1.05,483.

O triplo campeão mundial segue em segundo no campeonato, a 14 pontos do alemão Sebastian Vettel, antes da prova de domingo em Spielberg, prevista para 71 voltas (traçado de 306,5 quilómetros).

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:56

    País

    O verão chega esta quinta-feira, dia em que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê aumento da instabilidade atmosférica com ocorrência de aguaceiros, por vezes fortes e de granizo, e trovoada.

  • Espanha e Portugal a um ponto dos oitavos

    Mundial 2018 / Irão

    A Espanha colocou-se esta quarta-feira a um ponto dos oitavos de final do Mundial 2018 e deixou Portugal em situação idêntica, ao vencer o Irão por 1-0, em jogo do grupo B, disputado em Kazan.

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49