sicnot

Perfil

Desporto

Jogo entre Rio Ave e Leixões interrompido devido a violência nas bancadas

O jogo particular entre Rio Ave, da I Liga portuguesa de futebol, e o Leixões, da II Liga, foi este sábado interrompido prematuramente devido a cenas de forte violência entre adeptos, nas bancadas, em Vila do Conde.

Os apoiantes das duas equipas, que estavam misturados no mesmo local do recinto vila-condense, envolveram-se, ainda na primeira parte do encontro, em confrontos físicos, que se prolongaram por alguns minutos.

As agressões só esmoreceram quando os adeptos do Rio Ave, que estavam em minoria, se refugirem nas zonas superiores do estádio, em busca de proteção, pedindo a presença da polícia, que não estava no recinto.

Perante o sucedido, o árbitro do encontro decidiu, com o acordo dos elementos das duas equipas, não dar sequência ao desafio, colocando-lhe um prematuro final, aos 27 minutos.

No período em que o ensaio foi jogado, e que foi muito quezilento, o Rio Ave foi o único a marcar, por intermédio de Pelé.

Entretanto, as autoridades chegaram ao estádio do Rio Ave, tomaram conta da ocorrência, ouvindo os dirigentes dos dois clubes.

Lusa

  • Mosquito transmissor da dengue detetado em Portugal

    País

    Uma espécie de mosquito que é transmissor do vírus da dengue foi identificado pela primeira vez em Portugal, na região Norte do país, anunciou esta quarta-feira a Direção-geral da Saúde (DGS) e o Instituto Doutor Ricardo Jorge.

  • Marcelo não comenta proposta sobre nomeação do governador do BdP
    0:14

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar a proposta do grupo de trabalho para a reforma da supervisão financeira, que recomenda que o governador do Banco de Portugal seja nomeado pelo Presidente da República. Marcelo não quis comentar o assunto esta quarta-feira durante a tomada de posse do Reitor da Universidade de Lisboa.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.