sicnot

Perfil

Desporto

FPF não vê necessidade de alterações legislativas na Liga

(Reuters/Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) não vê necessidade de realizar alterações legislativas, que passem para o organismo a competência de elaborar os regulamentos de arbitragem e disciplina das ligas profissionais, disse hoje fonte oficial do organismo à Lusa.

A mesma fonte oficial assegurou não ver razão para alterar a legislação sobre a partilha de responsabilidades com a Liga de clubes, que atualmente obriga a que os regulamentos de disciplina e arbitragem sejam ratificados pela FPF, que pode aprová-los ou não.

A FPF já, por várias vezes, não aprovou regulamentos apresentados pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), como o caso do sorteio dos árbitros ou, mais recentemente, sobre a proibição de cigarros eletrónicos nas áreas técnicas.

Na terça-feira, o PSD apresentou uma proposta revista de alteração legislativa sobre "defesa da transparência e da integridade nas competições desportivas", na qual defende a passagem para a FPF da competência de elaborar os regulamentos de arbitragem e disciplina das ligas profissionais.

Segundo o documento, que será votado na quinta-feira, a elaboração e aprovação "dos regulamentos de arbitragem e disciplina das competições desportivas profissionais" passariam para a alçada da "direção da federação desportiva, na qual a Liga profissional se insere", ao contrário do que é vigente até agora, em que a formulação e aprovação dos documentos cabe à Liga, que depois os "submete a ratificação pela assembleia-geral da federação, no seio da qual se insere".

A LPFP já criticou esta proposta de alteração legislativa, classificando-a como uma "tentativa de golpe".

Em comunicado, a LPFP classifica a proposta de alteração legislativa como "tentativa de golpe na autorregulação das sociedades desportivas", considerando que o processo foi gerido de "forma encapotada", o que "põe em causa o edifício do futebol profissional, assim como a gestão e credibilidade das sociedades desportivas que representa".

Lusa

  • Carro do suspeito de rapto de Maelys fotografado por radar a alta velocidade
    1:16

    Mundo

    Praticamente um mês depois do desaparecimento de Maelys de Araújo, as autoridades francesas continuam a fazer buscas para tentar encontrar a menina lusodescendetnte de 9 anos. Entretanto, um jornal francês revelou que o carro do homem suspeito de rapto terá sido fotografado, por um radar, a alta velocidade na noite do desparecimento.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Terra volta a termer no México

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6,2, na escala de Richter, foi registado às 05h30, hora local, 23h30, em Lisboa. Até ao momento não há registo de vítimas ou danos materiais.

  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04

    Mundo

    O Presidente francês volta hoje a ser alvo de manifestações contra a reforma laboral. Os protestos foram organizados por Jean Luc Melenchon, o candidato da extrema-esquerda que concorreu contra Macron.

  • Icebergue com 5.800 quilómetros quadrados está a deslocar-se na Antártida

    Mundo

    Um icebergue gigante está a deslocar-se na Antártida em direção ao mar de Weddell segundo as imagens de satélite reveladas. Trata-se do A68, um icebergue quatro vezes maior que a cidade de Londres. Com cerca de 5.800 quilómetros quadrados e triliões de toneladas, A68 é um dos maiores icebergues conhecidos.