sicnot

Perfil

Desporto

Tiago Monteiro confiante para etapa argentina do WTCC

O piloto português Tiago Monteiro (Honda), que lidera o Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC), afirmou esta quarta-feira estar confiante para a sexta etapa do campeonato mundial, na Argentina, apontando ao pódio.

"É confortante estarmos nesta fase na liderança, mas também sabemos que não é a meio do campeonato que se ganham títulos. Por isso, é importante não ceder pontos aos adversários e para isso é preciso muito trabalho e foco. O objetivo para esta jornada é consolidar a posição e isso só se consegue com bons resultados", disse o piloto da Honda, de 40 anos, que irá enfrentar a primeira corrida da segunda metade da temporada apenas a quatro pontos do segundo classificado, Thed Bjork (Volvo).

Tiago Monteiro, que teve sempre prestações positivas na passagem do WTCC pelo autódromo das Termas do Rio Hondo, assumiu o favoritismo da sua equipa na jornada e afirmou que a confiança se encontra "em níveis elevados".

Contudo, o português frisou ainda que o favoritismo "não basta" e é preciso impor-se na pista.A sexta etapa do WTCC ocorre na Argentina, em Termas do Rio Hondo, entre 14 e 16 de julho, e é a primeira do campeonato depois da ronda europeia, onde, em Portugal, Tiago Monteiro conseguiu duplo pódio e assumiu a liderança do campeonato.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.