sicnot

Perfil

Desporto

Vladimir Putin corta apoios a atletas e treinadores envolvidos em doping

MICHAEL KLIMENTYEV / SPUTNIK / KREMLIN POOL

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou este sábado um decreto que determina que os atletas e treinadores que tenham recorrido a doping perdem o direito a receber a denominada "subvenção presidencial".

Este e outros subsídios estatais são fundamentais para a prática profissional de muitos desportos sem força comercial, pelo que esta medida é aguardada como uma forte ajuda na luta contra o doping.

Um relatório do advogado canadiano Richard McLaren, encomendado pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), deu conta de que mais de mil atletas olímpicos russos estavam envolvidos ou beneficiaram de manipulação de resultados às análises recolhidas entre 2011 e 2015.

McLaren e a AMA argumentaram que o Kremlin aprovou e patrocinou um programa de doping para melhorar o desempenho dos seus atletas, especialmente nas várias formas de atletismo e também durante os Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014.

A Rússia rejeitou sempre estas acusações e alega que as provas reunidas pela equipa de McLaren não possuem sustentação.

Um número elevado de atletas russos, na sua maioria de atletismo, foram desqualificados nos últimos meses, depois de o presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), Sebastian Coe, se ter manifestado desapontado com a falta de progressos na luta contra o doping.

Lusa

  • Atropelamento em Copacabana fere 15 e mata bebé de 18 meses
    1:13

    Mundo

    Pelo menos uma pessoa morreu e 15 ficaram feridas num atropelamento na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, no Brasil. O condutor, um homem de 41 anos, diz ter perdido o controlo do carro, invadiu a calçada, percorreu 15 metros e só parou no areal de uma das zonas mais turísticas do Brasil. A polícia militar confirmou, entretanto, em comunicado que não há qualquer indício de que se tenha tratado de um ataque terrorista e avançou que o condutor sofreu um ataque de epilepsia.

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45
  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38