sicnot

Perfil

Desporto

Young Boys goleia Benfica por 5-1 em jogo de "testes" para Rui Vitória

THOMAS HODEL

Os bis de Assalé e Fasnacht e um golo de Sulejmani, que já alinhou pelos tetracampeões portugueses de futebol, garantiu este sábado o triunfo por 5-1 dos suíços do Young Boys sobre o Benfica, no torneio Uhrencup.

Em Biel, na Suíça, o Benfica, que no primeiro jogo do torneio quadrangular se tinha imposto por 2-0 ao Neuchâtel Xamax, chegou à vantagem aos 22 minutos, na sequência de um livre cobrado por Jonas, com a bola a desviar na barreira e trair o guarda-redes Von Ballmoos.

Apenas três minutos depois, Assalé aproveitou uma falha coletiva da defesa 'encarnada' e, livre de marcação, rematou de pé esquerdo sem hipóteses para Júlio César.

Aos 33 minutos, o médio costa-marfinense podia ter colocado a formação suíça em vantagem, tendo rematado forte ao poste da baliza do guarda-redes brasileiro.

Apesar de o Benfica ter dominado a primeira parte, o Young Boys, vice-campeão suíço, mostrou sempre estar numa fase bem mais avançada da pré-época, preparando-se para iniciar a liga helvética já na próxima semana.

Rui Vitória aproveitou o intervalo para mexer na equipa fazendo sair Júlio César, Hermes e Diogo Gonçalves, para as entradas de Bruno Varela, Pedro Pereira e Cervi. Aos 65 promoveu mais quatro mexidas, e 20 minutos depois voltou a alterar três jogadores, fazendo do 'capitão' Jardel o único jogador que alinhou toda a partida.

Aos 50 minutos de jogo, o Young Boys, que a 25 de julho joga com o Dínamo Kiev a primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, chegou à vantagem, por intermédio do sérvio Sulejmani, que já representou os 'encarnados', após driblar sem dificuldades o guardião Bruno Varela.

Apenas sete minutos depois, Jonas desperdiçou a oportunidade de repor a igualdade ao falhar uma grande penalidade, que puniu uma mão de Bergen, com Rafa a "confirmar" a ineficácia na recarga.

Com Rui Vitória a optar por testar várias soluções, Assalé 'bisou' aos 75 minutos, num lance no qual voltou a contar com a 'colaboração' da defesa do Benfica.

Fasnacht, que aos 65 minutos entrou para o lugar de Sulejmani, que representou o Benfica nas épocas de 2013/14 e 2014/15, acabou por ditar a goleada, marcando aos 86, num remate de meia distância, e aos 88, solto de marcação na pequena área.

No segundo tempo, o Benfica, que não pôde ainda contar os lesionados Luisão e Sálvio, criou poucas oportunidades de golo, e evidenciou ainda algumas fragilidades físicas.

A 20 de julho, os tetracampeões portugueses disputam a Algarve Cup, com Betis, e três dias depois um particular com o Hull City, partindo de seguida para um estágio no St. George's Park, em Inglaterra, até 30 de julho.

Jogo no estádio Tissot Arena, em Biel, na Suíça.
Young Boys -- Benfica, 1-5.
Ao intervalo: 1-1.
Marcadores:
0-1, Jonas, 22 minutos.
1-1, Assalé, 25.
2-1, Sulejmani, 50.
3-1, Assalé, 75.
4-1, Fasnacht, 86.
5-1, Fasnacht, 88.

Equipas:
- Benfica: Júlio César, Andé Almeida, Jardel, Lisandro, Hermes, Diogo Gonçalves, Fejsa, Filipe Augusto, Rafa, Jonas e Seferovic.
Jogaram ainda: Bruno Varela (45), Pedro Pereira (45), Kalaica (65), André Horta (65), Chrien (65), Cervi (45), Willock (85), Carrillo (85), Heriberto (65) e Arango (85).
Treinador: Rui Vitória

- Young Boys: Von Ballmoos, Mbabu, Nuhu, Von Bergen, Benito, Ravet, Aebischer, Sanog, Sulejmani, Assanlé e Hoarau.
Jogaram ainda: Lotomba (57), Fasnacht (65) e Schick (80)
Treinador: Adi Hutter.

Ação disciplinar: cartão amarelo para Jonas (31) e Rafa (53)

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC