sicnot

Perfil

Desporto

Federação de canoagem fala em desempenho "muito positivo" nos Europeus

(arquivo)

Murad Sezer

A Federação Portuguesa de Canoagem fez este domingo um balanço "muito positivo" dos Europeus da Bulgária, destacando a medalha de ouro e as duas de prata e a integração dos K4 no projeto olímpico.

"É um balanço muito positivo. Em três dias de prova, todas as nossas embarcações foram às finais, exceto duas, tendo uma delas ido à B. Na paracanoagem também cumprimos. Tudo isso nos faz ficar muito satisfeitos", admitiu Ricardo Machado.

Em declarações à Lusa, o vice-presidente e diretor técnico nacional entende que "a cereja em cima do bolo foram as medalhas, que vieram colorir a participação portuguesa no Europeu, decisivas para o sexto lugar entre 37 seleções".

Fernando Pimenta tornou-se bicampeão nos olímpicos K1 1000 e levou a prata em K1 5000, enquanto Joana Vasconcelos e Francisca Laia foram segundas em K2 200.

"Não esqueço a integração dos dois K4 no projeto olímpico, o que nos dá algumas garantias de trabalho para o futuro. Estamos apenas no início do ciclo olímpico. A nossa missão é trabalhar com qualidade para apurar o maior número de atletas e em Tóquio2020 aspirarmos aos melhores resultados, como sempre faz a canoagem portuguesa", completou.

O treinador de Pimenta, Hélio Lucas, destacou o "desempenho excecional" do seu pupilo, exaltando a forma como se "bateu até ao fim na desgastante prova dos 5000 metros, perdida por pormenores", traduzidos em 1,420 segundos, após 19.22,640 minutos de prova.

"Agora é fazer um bom trabalho até ao Mundial do fim de agosto na República Checa. O objetivo é igualar ou melhorar o bronze conquistado em 2015. Vamos tentar. Chegar às medalhas já seria bom", reconheceu.

O técnico nacional da paracanoagem, Ivo Quendera, disse que Floriano Jesus (nono em KL1) e Norberto Mourão (semifinalista em KL2) "cumpriram com as expectativas, num ano de transição, em que se está a valorizar acima de tudo o reforço do grupo de atletas".

"Este ano foi atípico e não viemos preparados da melhor forma. Era importante dar experiência internacional ao Floriano e continuamos a tentar que a classe do Norberto seja dividida em duas, para ser mais justo para ele perante adversários sem as mesmas limitações físicas", acrescentou.

Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.