sicnot

Perfil

Desporto

Jorge Sousa arbitra jogo da 2.ª jornada entre Chaves e Benfica

(Arquivo)

ARMANDO FRANCA / AP

O árbitro Jorge Sousa, da Associação de Futebol do Porto, foi designado esta quarta-feira para dirigir o jogo entre o Desportivo de Chaves e o tetracampeão Benfica, de encerramento da segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Jorge Sousa, que terá assistência de vídeo-árbitro, a grande novidade desta época para os jogos do escalão principal, foi nomeado pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para a partida entre flavienses e lisboetas, marcada para segunda-feira (21:00 horas).

No dia anterior, domingo, Carlos Xistra, da Associação de Futebol de Castelo Branco, vai dirigir o encontro entre o Tondela e o FC Porto, vice-campeão nacional, com início marcado para as 20:15 horas.

A receção do Sporting ao Vitória de Setúbal, marcado para sexta-feira (20:30) e que assinalará a abertura da segunda jornada da I Liga, vai ser arbitrado por Bruno Paixão, da Associação de Futebol de Setúbal.

Árbitro nomeados para 2.ª jornada da I Liga:

Sexta-feira, 11 ago:

Sporting - Vitória de Setúbal, Bruno Paixão (AF Setúbal)

Sábado, 12 ago:

Moreirense - Feirense, Nuno Almeida (AF Algarve)

Belenenses - Marítimo, João Pinheiro (AF Braga)

Boavista - Rio Ave, Luís Ferreira (AF Braga)

Domingo, 13 ago:

Paços de Ferreira - Desportivo das Aves, Rui Oliveira (AF Porto)

Sporting de Braga - Portimonense, João Capela (AF Lisboa)

Tondela - FC Porto, Fábio Veríssimo (AF Leiria)

Segunda-feira, 14 ago:

Estoril-Praia - Vitória de Guimarães, Carlos Xistra (AF Castelo Branco)

Desportivo de Chaves - Benfica, Jorge Sousa (AF Porto)

Lusa

  • Atentado "falhado" em Nova Iorque
    1:43

    Mundo

    Uma explosão numa das zonas mais movimentadas de Manhattan fez quatro feridos, esta segunda-feira. Entre eles está o homem que transportava o engenho e que foi entretanto detido.

  • 10 Minutos com Leonor Beleza
    10:27

    10 Minutos

    A nossa convidada desta segunda-feira ainda é conhecida por ter sido ministra da Saúde e pelo seu trabalho à frente da Fundação Champalimaud. Mas desta vez vamos falar com Leonor Beleza sobre os 40 anos da revisão do Código Civil, em que esteve envolvida.

    Entrevista completa