sicnot

Perfil

Desporto

Bibiana Steinhaus é a primeira mulher a arbitrar nos principais campeonatos europeus

Fabrizio Bensch/ Reuters

A alemã Bibiana Steinhaus tornou-se este domingo a primeira mulher a arbitrar um jogo de futebol de primeira divisão de um dos grandes campeonatos europeus, ao dirigir o Hertha Berlim-Werder Brmen, da terceira jornada da liga alemã.

Depois de ter arbitrado durante 10 anos na segunda divisão e ter sido nomeada para os mais importantes jogos do futebol feminino, esta funcionária de polícia, de 38 anos, foi selecionada este ano para figurar entre os 24 árbitros da 'Bundesliga'.


Algumas árbitras exerceram enquanto auxiliares em jogos do principal escalão em França, Itália ou em Inglaterra, mas Steinhaus é a primeira a usar o apito a este nível.


"É uma mensagem forte para o resto mundo", escreveu a secretária-geral da FIFA, Fatma Samoura, na sua página no Facebook.


"Nunca fiz isto com um objetivo de emancipação. Fiz simplesmente aquilo que amo. Mas se sou um exemplo para muitas jovens raparigas, ou mesmo uma pioneira para fazer avançar a igualdade de direitos, fico satisfeita, evidentemente", disse Steinhaus numa entrevista publicada dias antes do jogo.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.