sicnot

Perfil

Desporto

Liga alemã de futebol vai propor redução do período de transferências

A Liga alemã de futebol vai propor aos clubes uma proposta para a redução do período de transferências, disse esta quarta-feira o presidente da Federação, Reinhard Rauball, numa entrevista para o jornal alemão Sport Bild.

Se os clubes alemães aceitarem esta iniciativa, a Alemanha irá apresentar à UEFA um plano de redução generalizada e coordenada do mercado de verão. "Por exemplo, até 1 de agosto", disse Rauball.

A eleição poderá ocorrer em dezembro na próxima Assembleia-Geral do organismo, na qual estarão presentes os 36 clubes profissionais alemães do primeiro e segundo escalão.

"Este ano, testemunhámos um turismo de entradas e saídas que não é mais aceitável. Se a maioria dos 36 clubes profissionais votarem, então a federação enviará a proposta aos órgãos internacionais", disse Rauball.

A Liga inglesa foi a primeira a iniciar e a aprovar este projeto, em 7 de setembro, impedindo a contratação de jogadores depois do primeiro jogo do campeonato.

Para a Alemanha, a harmonização europeia é extremamente importante, pois se os grandes clubes franceses, italianos ou espanhóis forem autorizados a recrutar mais tarde, alguns clubes alemães arriscar-se-ão a perder os seus principais jogadores sem depois poderem substituí-los.

Lusa

  • "Se estivesse a governar estaria preocupado com o futuro e não só com o presente"
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.