sicnot

Perfil

Desporto

UEFA abre processo disciplinar contra Celtic após incidente com adepto

O adepto dos Celtic invadiu o campo de jogo e tentou agredir o jogador Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain, durante o jogo de ontem da Liga dos Campeões de futebol.

Andrew Milligan

A UEFA abriu hoje um processo disciplinar ao Celtic após um adepto ter invadido o terreno de jogo e tentado agredir Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain, durante um jogo da Liga dos Campeões de futebol, na terça-feira.

Após o terceiro golo dos parisienses, que venceram por 5-0, em Glasgow, apontado por Edinson Cavani, na conversão de uma grande penalidade, um adepto tentou pontapear Mbappé, que tinha assinado o segundo tento.

Esta "invasão de campo" vai ser apreciada em 19 de outubro, pela UEFA, enquanto o Paris Saint-Germain também está sob alçada disciplinar devido às cadeiras partidas no recinto escocês na zona reservada aos adeptos franceses.

Há 10 anos, a UEFA multou o Celtic em 30 mil francos-suíços (cerca de 26 mil euros), por um incidente parecido, um adepto correu pela área do AC Milan a provocar Dida, guarda-redes dos italianos. Nessa situação, o Celtic serviu um período probatório de dois anos para evitar uma multa adicional.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38