sicnot

Perfil

Desporto

Adeptos usaram imagens de Anne Frank e Lazio foi chamada a audição disciplinar

A Lazio foi esta terça-feira chamada a uma audição disciplinar pela Federação Italiana de Futebol, devido à utilização de imagens de Anne Frank pelos seus adeptos no mês passado, anunciou o organismo.

No final da vitória caseira sobre o Cagliari, em 22 de outubro, por 3-0, os adeptos da Lazio, clube dos portugueses Nani, Pedro Neto e Bruno Jordão, encheram o estádio com imagens da jovem alemã de origem judaica que morreu no Holocausto, na qual vestia uma camisola do rival, a Roma.

Em comunicado, a federação considera que a ação teve "um intento antissemita claro" e constitui "comportamento discriminatório" por parte dos adeptos do clube romano.

O gesto dos adeptos foi criticado um pouco por todo o lado, o que levou à leitura de uma passagem do diário de Anne Frank em todos os jogos disputados em Itália na semana seguinte, além de um minuto de silêncio em honra das vítimas do Holocausto.

Lusa

  • Faltam 71 obstetras no SNS e as férias vão agravar a situação
    2:32

    País

    Faltam 71 obstetras no Serviço Nacional de Saúde pelas contas da Ordem dos Médicos. Com o verão e as férias à porta, a Ordem alerta para a eventualidade de, nalgumas regiões, ser preciso transferir os partos mais complicados para unidades onde houver especialistas.

  • Combate ao terrorismo e corrupção são prioridades do novo diretor da PJ
    2:42

    País

    O novo diretor da Polícia Judiciária diz que o combate ao terrorismo e à corrupção estão entre as maiores prioridades para a PJ. Mas alerta que são precisos meios para cumprir essa missão. Luís Neves tomou posse esta manhã, depois de 20 anos ligados à investigação do crime mais violento.

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.