sicnot

Perfil

Desporto

Jonas é rei dos golos mas nunca marcou ao Sporting

Jonas e Paulo Oliveira na luta pela bola.

Lusa

Jonas é responsável por quase metade dos golos do Benfica na I Liga (37), com o avançado brasileiro a ser a grande arma do ataque encarnado, embora em quatro épocas na Luz nunca tenha marcado ao Sporting.

O incontornável goleador, que esta temporada já soma 21 golos, 18 no campeonato, um na Taça de Portugal, um na Supertaça e um na Taça da Liga, continua a somar recordes e é o segundo melhor marcador estrangeiro do Benfica (106 golos), atrás de Cardozo (171).

O jogador, que chegou em 2014 ao Benfica, sem espaço no Valência, rapidamente convenceu tudo e todos, ao ponto de ser o primeiro jogador 'encarnado' a chegar a uma sequência de dez jornadas consecutivas a 'faturar'.

Jonas ultrapassou ainda a fasquia de 100 golos pelo Benfica, tornando-se o 17.º jogador da história dos 'encarnados' a fazê-lo, o primeiro brasileiro e o segundo estrangeiro.

MANUEL DE ALMEIDA

O 'Pistolas', alcunha que os adeptos do Benfica lhe deram, marcou esta época consecutivamente da terceira à 12.ª jornada, e só a visita ao Dragão, em 1 de dezembro e que terminou com um 'nulo', o impediu de prolongar a série.

Com golos atrás de golos, que lhe dão a liderança dos melhores marcadores (18), o avançado continua a mostrar que é o 'melhor abono' da família benfiquista, mas o seu calcanhar de Aquiles acontece quando se trata de defrontar os grandes rivais.

Em quatro épocas, o jogador, de 33 anos, apenas marcou uma vez ao FC Porto, de grande penalidade na Luz, na última época (1-1), e ao Sporting nunca o conseguiu fazer.

O avançado defrontou nestas quatro épocas o Sporting 'apenas' em cinco jogos, quatro como titular e um como suplente, mas ficou sempre em branco, e na última temporada, em que esteve em boa parte lesionado, falhou os dois jogos com os 'leões'.

O Benfica venceu em dezembro na Luz, por 2-1, com golos do argentino Salvio e do mexicano Raul Jiménez, contra um do holandês Bas Dost, e, na segunda volta, empatou 1-1 em Alvalade, onde o sueco Lindelöf 'anulou' o penálti convertido por Adrien.

Foi uma época particularmente difícil para Jonas, com uma operação que acabaria por resultar, já na fase de recuperação, numa infeção bacteriana que o fez temer pela carreira, num arrastado processo que afastou o avançado dos relvados.

Em resultado, Jonas teve em 2016/17 a sua época menos produtiva pelo Benfica, com 18 golos, aquém dos 31 na estreia em 2014/15, dos 36 em 2015/16 (32 na Liga e melhor marcador) e já atrás dos 20 desta temporada.

Na quarta-feira, no Estádio da Luz, o Benfica recebe o Sporting, em jogo da 16.ª jornada da I Liga, na qual Jonas poderá ter nova oportunidade para bater os 'leões' e conseguir novo registo na sua caderneta pessoal, feita de recordes.

Lusa

  • "Se Portugal não confia no sistema judicial de Angola não deve fazer negócios com o país"
    18:27

    País

    O julgamento do caso Fizz arrancou esta segunda-feira. Victor Silva, diretor do Jornal de Angola, esteve na Edição da Noite para analisar como estão as relações entre Portugal e Angola, numa altura em que Manuel Vicente viu recusada a transferência do processo para o país angolano. Victor Silva afirmou que a decisão de "separar os processos vai de encontro aos interesses dos dois estados" e vai mais longe ao dizer que se Portugal "não confia no sistema judicial de Angola então não pode fazer negócios com o país".

  • Será este o "momento mais Ronaldo" de sempre?

    Desporto

    Cristiano Ronaldo é protagonista de mais um momento que corre nas redes sociais. Depois de marcar o sexto golo do Real Madrid frente ao Desportivo da Corunha, o jogador português ficou ferido no rosto e foi obrigado a abandonar o campo. Mas antes, mesmo com a cara ensanguentada, pediu um telemóvel com "espelho" para ver a extensão do corte. Há quem brinque com a situação, dizendo que Ronaldo levou a sua obsessão com a sua imagem a um novo nível, mas há também quem desvalorize a situação.

    SIC

  • Democratas aceitam compromisso para acabar com shutdown nos EUA

    Mundo

    Os senadores democratas aceitaram esta segunda-feira um acordo orçamental provisório que vai permitir acabar com a paralisação parcial do Governo federal dos Estados Unidos, situação conhecida como shutdown, anunciou o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer.

  • O jogador de futebol que se tornou Presidente de um país

    Mundo

    George Weah tomou posse esta segunda-feira como Presidente da Libéria. Foi a segunda vez que o antigo futebolista concorreu ao cargo, depois de em 2005 ser derrotado pela candidata Ellen Johnson-Sirleaf. Foi o primeiro e único futebolista africano a receber uma Bola de Ouro. A história de George Weah também passou por Portugal, onde ficou conhecido pela agressão ao ex-jogador do FC Porto, Jorge Costa, em 1996.

    Ana Rute Carvalho

  • Refeição de 1.100 euros em Veneza

    Mundo

    O centro de Veneza oferece os mais variados restaurantes. Com menu obrigatório, sem menu, com taxas, sem taxas, sentando ou em pé. Depois há aqueles restaurantes que cobram 1.100 euros por cinco pratos acompanhados por água. O caso aconteceu com quatro turistas japoneses, que depois de pagarem a conta, apresentaram queixa às autoridades. O presidente da Câmara da cidade italiana já disse que ia investigar a situação e, caso se confirmasse, prometeu que iria castigar os responsáveis.

    SIC