Desporto

Zidane e plantel do Real Madrid reunidos em busca de soluções para a crise

Amr Dalsh

O treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, teve esta terça-feira uma reunião com o plantel, que durou 45 minutos, com o objetivo de "procurar soluções" para ultrapassar a crise de resultados que a equipa atravessa.

Zidane compareceu duas horas mais tarde à hora marcada para a conferência de imprensa por causa da referida reunião com os jogadores no balneário da cidade desportiva madridista na sequência do empate a dois golos com o Celta Vigo, que deixou a equipa a 16 pontos do líder da Liga espanhola, o FC Barcelona.

"Não vou revelar o que se debateu na reunião, são conversas que podem acontecer num balneário, o que posso dizer é que atravessamos um momento de crise e estamos à procura de soluções, a conversar para tentar fazer as coisas bem feitas", disse o técnico francês, que repetiu a palavra "trabalho" como solução para a equipa sair do momento irregular que atravessa.

Zidane revelou ter concedido o dia livre de segunda-feira para os jogadores refletirem sobre a imagem que deixaram no estádio de Balaídos, frente ao Celta, na última jornada, antes da reunião marcada para analisar as razões da crise.

A solução para esta não passa pela aquisição de reforços nesta 'janela de transferências' de janeiro e Zidane chega mesmo a dizer que "não quer" que o clube contrate alguém e que "confia cegamente no plantel", visivelmente incomodado com as perguntas sobre um alegado 'braço-de-ferro' entre ele e o presidente Florentino Pérez a propósito de uma alegada recusa sua à entrada no plantel do guarda-redes Kepa Arrizabalaga.

Lusa

  • "A bebedeira passa, o resto não!"
    2:48

    País

    O INEM socorreu mais de mil menores em coma alcoólico, no ano passado. Por isso, os adolescentes são o alvo da campanha lançada esta sexta-feira pelo Governo: "A bebedeira passa, o resto não!"

  • Sabe que pode estar a pagar 100€ a mais na fatura do gás?
    2:29

    Economia

    A maior parte das empresas fornecedoras de gás continua a cobrar aos clientes a taxa de ocupação do subsolo ao clientes, apesar da lei dizer que deve ser paga pelas empresas desde janeiro de 2017. Cada Câmara Municipal cobra o que entende e há autarquias que não cobram nada. Em alguns casos podemos estar a falar de mais de 8 euros por mês, ou seja, mais de 100 euros por ano.

  • As técnicas e o currículo polémico do Dr. Bumbum
    2:10

    Mundo

    Uma mulher morreu após uma operação aos glúteos, feita na casa de um cirurgião plástico conhecido no Brasil por Dr. Bumbum. Depois de quatro dias em fuga, o homem entregou-se às autoridades. O médico operava as mulheres em casa e no currículo tem um curso que não acabou e pós-graduações que não são reconhecidas.

  • Ir ao Douro e à Nazaré
    25:57
  • O convite que causou surpresa até na Casa Branca
    2:33