sicnot

Perfil

Desporto

José Couceiro quer vencer Moreirense para deixar zona de descida

MANUEL DE ALMEIDA

O treinador do Vitória de Setúbal admite que o facto de a sua equipa apenas depender de si para sair da zona de despromoção dá uma motivação extra para o jogo com o Moreirense, da I Liga de futebol.

"Este jogo é importante porque o Moreirense é um adversário direto, mas não é nada decisivo. É verdade que só dependemos de nós para sair da zona de descida. É um incentivo para nós, como para o Moreirense, que também só depende de si para o conseguir", lembrou em conferência de imprensa José Couceiro.

O técnico do conjunto setubalense revelou que a sua equipa está a e encarar o embate com o Moreirense, na segunda-feira (19:00), da mesma forma que fez com o Tondela (1-1).

"Jogar em Moreira de Cónegos não é fácil. O maior obstáculo é a equipa adversária, esperamos um jogo difícil e equilibrado frente a uma equipa que tem os mesmos objetivos que nós. Como em Tondela, na jornada anterior, este é um jogo de seis pontos", referiu.

José Couceiro sublinhou a necessidade se atuar de forma consistente, de forma a obter um resultado positivo.

"Trata-se de um adversário diferente, mas, em termos de abordagem ao jogo, nada muda. Quem for mais intenso e, noutras fases do jogo, mais estável tem mais probabilidade de vencer o jogo", afirmou.

Já sem o defesa César e o avançado Vasco Costa, jogadores que rescindiram na sexta-feira contrato com o clube, o treinador continua sem contar com os lesionados José Semedo, Nenê Bonilha e Yannick Djaló.

Na segunda-feira, o Moreirense, 16.º classificado da I Liga de futebol, com 14 pontos, recebe o Vitória de Setúbal, 17.º, com 12, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, pelas 19:00 horas, em jogo da 18.ª jornada da I Liga de futebol.

Lusa

  • Polémica "Supernanny" em debate hoje na SIC
    2:25
  • Centeno aponta para a reforma e expansão do euro
    0:32

    Economia

    O ministro das Finanças português participa hoje na primeira reunião enquanto presidente do Eurogrupo. À entrada para o encontro dos ministros das Finanças da moeda única, Mário Centeno apontou a reforma do Euro como um dos principais desafios do mandato que agora inicia. 

  • Puigdemont chegou à Dinamarca e não foi detido

    Mundo

    A Justiça espanhola pediu à Dinamarca para ativar a ordem de detenção europeia contra Carles Puigdemont, que ignorou as ameaças de detenção e decidiu deslocar-se a Copenhaga para participar numa conferência. Entretanto na Catalunha, o presidente do parlamento propôs Puigdemont para voltar a dirigir o Governo Regional.

  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

    Luís Marques Mendes

  • O caso Assange é "um problema" para o Equador

    Mundo

    O Presidente equatoriano, Lenin Moreno, declarou no domingo que o asilo atribuído ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange, pela embaixada do Equador em Londres desde 2012 é "um problema herdado" que constitui "mais que um aborrecimento".