sicnot

Perfil

Desporto

Paulo Fonseca lamenta que Shakhtar tenha perdido em Roma jogo que "dominou"

Max Rossi

O português Paulo Fonseca, treinador do Shakhtar Donetsk, eliminado pela Roma nos oitavos de final da Liga dos Campeões, lamenta que a equipa ucraniana tenha "dominado" o jogo sem que daí tenha tirado proveito.

"O Roma aproveitou uma única ocasião, o Shakhtar dominou toda a partida, teve 62 por cento de posse de bola e jogou na área do Roma, mesmo com 10 homens na fase final", disse o treinador no final do jogo disputado no estádio olímpico da capital italiana.

A partir dos 79 minutos o Shakhtar ficou com menos um jogador em campo por expulsão direta de Ivan Ordets. O bósnio Edin Dzeko fez o golo do Roma.

"Dzeko, ao marcar o único golo da partida, obviamente foi a chave. O Roma não teve muitas ocasiões, nós controlámos a posse e jogámos muito no seu meio campo. Podíamos ser mais incisivos", insistiu o treinador luso.

Sobre o seu futuro na equipa de Donetsk na próxima época, adiantou que gosta de estar na Ucrânia, mas "ainda é cedo para dar uma resposta definitiva".

Paulo Fonseca disse por outro lado que a liga ucraniana "não tem o nível da espanhola, italiana ou inglesa" e que isso obriga a apostar em muitos jovens, que se arriscam a pagar pela falta de experiência.

Lusa

  • Segurança da Academia de Alcochete avisado 10 minutos antes do ataque
    1:57
  • "Não acho que seja prudente" o regresso dos atletas à Academia do Sporting
    5:49

    Crise no Sporting

    As agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting, na Academia de Alcochete, foram o tema de uma entrevista a Ana Bispo Ramires, psicologa do desporto. Questionada sobre se os jogadores deveriam regressar ou não à academia, Ana Bispo Ramires diz que não devem fazê-lo e explica que é importante que haja medidas de atuação, o mais rápido possível, para que os atletas e restante equipa técnica do clube possam reprocessar, do ponto de vista cognitivo, as ameaças que sofreram. 

  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC