Desporto

Tenista João Sousa eliminado em Miami pelo sul-coreano Chung

ERIK S. LESSER

O tenista português João Sousa falhou esta terça-feira o apuramento para os quartos de final do torneio Masters 1.000 de Miami, nos Estados Unidos da América, ao perder com o sul-coreano Hyeon Chung, 19.º cabeça de série.

Em embate dos oitavos de final, João Sousa, 80.º da hierarquia mundial, cedeu face ao 23.º jogador mundial em dois 'sets', pelos parciais de 6-4 e 6-3, num embate que durou uma hora e 10 minutos.

"Não estou contente com o encontro que fiz. As condições estava, bastante difíceis, mas, independentemente disso, mentalmente não estive com a atitude correta para fazer um grande jogo", reconheceu o português, à sua assessoria de imprensa.

O tenista português começou a servir a liderou o primeiro 'set' por 1-0, 2-1 e 3-2, mas, ao sétimo jogo, permitiu que o sul-coreano lhe quebrasse o serviço e arrancasse para o triunfo no parcial, por 6-4, ao primeiro 'set point'.

No segundo parcial, João Sousa cedeu o serviço logo no primeiro jogo, ao terceiro ponto de 'break', e, depois, ao oitavo, não aproveitou a única ocasião que teve para quebrar o serviço a Chung e empatar a quatro. O sul-coreano fez o 5-3 e depois o 6-3.

"Estive muito desconcentrado, um bocadinho perdido, e daí ele ter vencido o encontro. É um grandíssimo jogador, que tem vindo a fazer uma época fantástica. Tem evoluído muito nos últimos tempos, é muito sólido e comete poucos erros não forçados. Esteve mentalmente muito bem", explicou o português.

Em Miami, o jogador luso caiu nos 'oitavos', face ao sul-coreano, depois de ter eliminado o belga David Goffin, nono do 'ranking' mundial, e os norte-americanos Jardel Donaldson, 49.º, e Ryan Harrison, 53.º.

"Acaba uma semana muito boa. Desfrutei muito das vitórias e com o ténis que exibi. As pessoas também desfrutaram do meu ténis e o apoio que recebi foi fantástico. Consegui jogar a um altíssimo nível e penso que isso é importante", frisou João Sousa.

De acordo com o tenista luso, segue-se agora descanso durante "uns dias", para depois "preparar a semana da Taça Davis", o embate com a Suécia, de 06 a 08 de abril.

"Vou tentar manter o meu nível de jogo. Estou contente com as minhas exibições e a forma como tenho vindo a jogar. Depois de muitas semanas de bom trabalho, finalmente as coisas têm vindo a melhor e espero manter este bom nível e jogar ainda melhor no futuro", concluiu o 80.º jogador mundial.

Lusa

  • Maior avião de passageiros do mundo aterra hoje em Portugal
    1:09
  • Cristas ataca Costa com "logro" da saúde e o "pântano" de Tancos
    1:39

    País

    A líder do CDS diz que o Governo de António Costa está esgotado e que o país está pior agora do que no período da troika. Acusações feitas no encerramento do congresso do partido na Madeira, onde Assunção Cristas afirmou que quer voltar a eleger um deputado pela região autónoma.

  • 37.ª Concentração de Faro chega ao fim em festa
    2:45

    País

    Chegou hoje ao fim a Contração Motard de Faro. Numa edição marcada pelo reforço de segurança e pela detenção de vários membros dos Hells Angels. A organização do encontro internacional que traz ao Algarve milhares de motards destaca a absoluta tranquilidade em que a festa decorreu e terminou. O desfile desta manhã voltou a encher a cidade de motos.