Desporto

TAS dá razão à FIFA por permitir a contratação de Garre pelo Manchester City

Facebook / Velez Sarsfield

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) deu esta terça-feira razão à FIFA por deixar que o Manchester City contratasse o futebolista adolescente Benjamin Garre ao clube argentino Velez Sarsfield.

O TAS anunciou que o seu painel de juízes desvalorizou a queixa apresentada pelo Velez, que acusava a FIFA de desrespeitar o seu próprio regulamento.

Em 2016, o clube argentino queixou-se à FIFA, acusando o Manchester City de quebrar os regulamentos, que preveniam o tráfico de menores, depois do clube inglês ter contratado Benjamin Garre, de 16 anos.

O atual campeão 'Premier League' disse, na altura, que podia registar Garre na federação inglesa e na FIFA, que se rege pelas regras de União Europeia que permitem o movimento livre de jovens de 16 e 17 anos, devido ao seu passaporte italiano.

No início do processo, a FIFA afirmou que "não existiam provas" que justificassem a aplicação de um processo disciplinar aos 'citizens' e os argentinos decidiram recorrer ao TAS para tentar responsabilizar o organismo que rege o futebol mundial.

O TAS vai publicar o veredito completo do caso na sexta-feira.

Lusa

  • Ministério Público anulou interrogatório a Manuel Pinho
    3:13

    País

    O antigo ministro Manuel Pinho esteve esta manhã no DCIAP para ser interrogado a propósito das relações que manteve com o Grupo Espírito Santo e a EDP nos anos em que esteve no governo. No entanto a diligência ficou sem efeito a pedido do Ministério Público.

  • Crédito automóvel acelera
    1:05
  • Três feridos dos incêndios de outubro ainda continuam internados
    1:07

    País

    Continuam internadas três vítimas dos incêndios de outubro do ano passado, entre elas uma menor, de 12 anos, no Hospital Pediátrico de Coimbra. Os outros dois feridos estão no Centro de Reabilitação da Tocha. Nove meses depois, as vítimas dos fogos continuam a ser acompanhadas em consultas de cirurgia plástica, fisioterapia e reabilitação e a nível psicológico em centros de saúde e por equipas de saúde mental comunitária.

  • Marcelo confiante na "presidência inspiradora" de Cabo Verde na CPLP
    0:40

    País

    O Presidente da República português mostra-se muito confiante nesta nova fase que se abre à CPLP, com a nova presidência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) que passa do Brasil para Cabo Verde. À SIC, Marcelo Rebelo de Sousa admitiu que, em Brasília, havia muitas questões pendentes mas agora há "um clima muito positivo entre os membros da CPLP, com maior peso na comunidade mundial".