Desporto

Suspeitas de corrupção no andebol: SIC teve acesso a conversas sobre valores a pagar a árbitros

Suspeitas de corrupção no andebol: SIC teve acesso a conversas sobre valores a pagar a árbitros

O Ministério Público está a investigar suspeitas que envolvem o Sporting na compra de árbitros de andebol. O alegado esquema terá permitido ao clube de Alvalade a conquista do título nesta modalidade, na época passada. A SIC também teve acesso a várias conversas entre um empresário e um suposto intermediário, nas quais se fala em valores a pagar aos árbitros. Os leões terão mesmo chegado a pagar para o Benfica ganhar num jogo contra o FC Porto.

Última atualização às 18:15

Numa das conversas a que a SIC teve acesso, de um lado está Paulo Silva, o alegado intermediário, e João Gonçalves, um suposto interlocutor, em abril do ano passado antes do importante ABC - FC Porto. E é Paulo Silva a passar a informação do que estaria feito junto do árbitro.

Paulo Silva, que se apresenta como empresário de futebol e se assume agora como intermediário num alegado esquema de corrupção, confessa ao Correio da Manhã ter recebido de comissão 350 euros por cada árbitro de andebol que conseguia comprar. Confessa ter cometido vários crimes e na conversa com o jornal diz que agiu por "sportinguismo".

Aponta o dedo a André Geraldes, o homem forte do futebol do Sporting, que estava o ano passado à frente das modalidades dos leões. Assumiu o cargo no desporto rei depois da saída de Otávio Machado.

Paulo Silva assume nunca ter falado diretamente com André Geraldes ou com outra pessoa da estrutura do Sporting. Garante, no entanto, que Geraldes era quem chefiava o esquema pelas mensagens que viu e sublinha o papel de João Gonçalves, o interlocutor.

Numa resposta enviada à SIC, o Ministério Público, através da Direção de Investigação e Ação Penal do Porto, recohece a existência de um inquérito a este caso e sublinha que a investigação está em segredo de justiça.

Com base nas conversas agora conhecidas, Paulo Silva, o empresário intermediário, é uma das figuras centrais juntamente com Gonçalo, também este empresário, outra das vozes que apontam para sinais de eventual corrupção.

Em finais de maio do ano passado, o Sporting conquistou o campeonato de andebol e terminou um jejum de 16 anos nesta modalidade.

A SIC pediu uma reação ao Sporting, a resposta surgiu ao início da tarde, num comunicado publicado no site.

  • "A bebedeira passa, o resto não!"
    2:48

    País

    O INEM socorreu mais de mil menores em coma alcoólico, no ano passado. Por isso, os adolescentes são o alvo da campanha lançada esta sexta-feira pelo Governo: "A bebedeira passa, o resto não!"

  • Sabe que pode estar a pagar 100€ a mais na fatura do gás?
    2:29

    Economia

    A maior parte das empresas fornecedoras de gás continua a cobrar aos clientes a taxa de ocupação do subsolo ao clientes, apesar da lei dizer que deve ser paga pelas empresas desde janeiro de 2017. Cada Câmara Municipal cobra o que entende e há autarquias que não cobram nada. Em alguns casos podemos estar a falar de mais de 8 euros por mês, ou seja, mais de 100 euros por ano.

  • As técnicas e o currículo polémico do Dr. Bumbum
    2:10

    Mundo

    Uma mulher morreu após uma operação aos glúteos, feita na casa de um cirurgião plástico conhecido no Brasil por Dr. Bumbum. Depois de quatro dias em fuga, o homem entregou-se às autoridades. O médico operava as mulheres em casa e no currículo tem um curso que não acabou e pós-graduações que não são reconhecidas.

  • Ir ao Douro e à Nazaré
    25:57
  • O convite que causou surpresa até na Casa Branca
    2:33