Última Edição

0
0:08

Última Edição

1
2:58

Costa faz ultimato aos estivadores

2
0:57

Greve em Lisboa obriga ao desvio de carga para Porto de Leixões

3
2:23

Representante dos colégios diz que recebeu apoio do PR, Belém desmente

4
1:54

População de Faíscas em choque com triplo homicídio

5
2:38

Autor do triplo homicídio tinha sido despedido e sofria de depressão

6
3:38

Primeiro-ministro culpa anterior governo por eventuais sanções da UE

7
1:51

Onze detidos em Faro por venda de droga

8
1:32

BdP obriga os principais bancos a reforçar capital

9
2:34

Barack Obama é o primeiro Presidente dos EUA a visitar Hiroshima

10
3:22

Portugueses aproveitam mini-férias no Nordeste Transmontano

11
1:37

Turistas ingleses em Portugal aumentam 30% em relação ao ano passado

12
0:33

Mais de 4 mil migrantes resgatados pela Guarda Costeira italiana

13
1:28

Jovem violada por mais de 30 homens no Rio de Janeiro

14
2:53

Crise na Venezuela faz crescer mercado negro

15
1:14

Mourinho assinou contrato com o Manchester por três épocas

16
1:21

Golden State Warriors vencem os OKC Thunder na NBA

15:57 17.05.2012

Federação dos Sindicatos da Função Pública convoca trabalhadores e aposentados para grande manifestação em junho

LUSA Arquivo Lusa

A Federação Nacional dos Sindicatos da Função  Pública (FNSFP) convocou hoje todos os trabalhadores do Estado e aposentados  a participarem numa "grande manifestação nacional" a 22 junho, que passará  em frente ao Tribunal Constitucional.  

"Este órgão tem responsabilidades muito grandes neste momento em que  vivemos ilegalidades e inconstitucionalidades constantes no que diz respeito  aos direitos laborais e fica impávido e sereno lavando as mãos como Pilates  ou a favor da Administração", disse hoje à agência Lusa a coordenadora da  federação, Ana Avoila. 

A manifestação contra o congelamento de salários, subsídios, carreiras  e redução de remunerações será aprovada no congresso da FNSFP, que decorrerá  dias 30 e 31 de Maio em Lisboa. 

"O congresso pretende chamar a atenção para os problemas laborais na  Administração Pública e para as funções sociais do Estado que neste momento  estão postas em causa, nomeadamente nas áreas da Saúde, Educação e Segurança  Social", disse a sindicalista. 

No último dia, o congresso sairá também à rua, num desfile até ao Ministério  das Finanças. 

"Estas ações de luta têm como objetivo lutar contra a desestruturação  da Administração Pública", referiu Ana Avoila. 

O congresso da FNSFP integrará uma sessão internacional, com representantes  sindicais da Grécia, País Basco e Argentina, entre outros. 

"Vai ser importante perceber, com a experiência de outros países do  mundo, qual está a ser a direção do setor público a nível global", destacou  Ana Avoila. 

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Economia

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
00:33
Juncker não apoiou a aplicação de sanções por défice excessivo a Portugal
00:32
Vieirinha e Rafa já estão a trabalhar com a Seleção Nacional
23:58
Governo e sindicato dos estivadores chegam a acordo para pôr fim à greve
22:31
Comandante do Daesh morto em Fallujah
22:30
Governo francês garante resolução rápida da crise dos combustíveis
22:29
Barack Obama foi o primeiro Presidente dos EUA a visitar Hiroshima
22:25
Marcelo demarca-se de comunicado dos representantes dos colégios privados
22:24
Min. da Educação anuncia que PGR lhe deu razão nos contratos de associação
22:22
Advogado de Pereira Cristóvão lança críticas ao Ministério público
17:38
Jihadistas iniciam ofensiva a norte da Síria e controlam 5 povoações
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .