sicnot

Perfil

Economia

Sérgio Monteiro admite ter assinado swaps no âmbito do TGV quando esteve no grupo Caixa

O atual secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, confirma que contratou swaps de crédito no âmbito do contrato para o TGV enquanto era administrador do Caixa Banco de Investimento.

A notícia, avançada pelo Jornal de Notícias, refere que Sérgio Monteiro montou o financiamento para o consórcio ELOS que ganhou o concurso do TGV para troço Poceirão /Caia. Uma operação que incluía contratos de sawp para proteção do risco. No entanto, estes contratos chegaram a ter perdas potenciais de mais de 150 milhões de euros.

Num comunicado enviado às redacções, Sérgio Monteiro admite que assinou os tais contratos mas diz que quem os aprovou foi a administração do grupo Caixa Geral de Depósitos. Estes swaps estão agora na Parpública que assumiu a posição do consórcio privado e ficou com o financiamento de mais de 600 milhões de euros.

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.