sicnot

Perfil

Economia

Banco Mundial faz 'mea culpa' por danos causados a populações deslocadas

O Banco Mundial (BM) fez hoje um 'mea culpa' pelas consequências, por vezes negativas, do deslocamento forçado de populações no âmbito de projetos para os quais faculta financiamento.

Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim

Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim

(Reuters/Arquivo)

"Estivemos a examinar, com um olhar crítico, o que fazemos nesta área e aquilo com que nos deparámos despertou em mim profundas preocupações", disse o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, em comunicado.

"Encontrámos uma série de questões importantes. A primeira é que não fizemos o suficiente para controlar projetos que envolvem deslocamentos. A segunda é que não temos aplicado os planos de forma correta e a terceira é que não temos introduzido instrumentos de controlo suficientes para garantir que as nossas políticas são respeitadas. Devemos e vamos fazer melhor ", acrescentou Jim Yong Kim.

Após admitir estas falhas, o BM anunciou o lançamento de um plano de ação para resolver o problema, prevendo um reforço dos controlos e pessoal adicional para monitorar esses projetos.

O Banco Mundial divulgou hoje vários documentos sobre a questão, incluindo pesquisas realizadas nos últimos 20 anos, mas não cita projetos específicos em que a deslocação das populações teve lugar em condições insatisfatórias. 

Porém, um documento anterior refere problemas em torno de um transporte urbano em Mumbai, na Índia, um gasoduto na África Ocidental e o desenvolvimento das zonas costeiras na Albânia.



Lusa
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Duas pessoas alvejadas devido a disputa de linha de água em Cabeceiras de Basto
    1:23

    País

    Duas pessoas foram alvejadas por causa de uma disputa de uma linha de água, esta terça-feira, em Cabeceiras de Basto. O suspeito escondeu-se num barracão, mas acabou por ser detido pela GNR. As vítimas sofreram ferimentos ligeiros no braço e no peito. O tenente André Rodrigues, do Comando de Braga, revelou que os disparos foram feitos com uma caçadeira.

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Participante no incidente em Charlottesville teme pela vida
    1:43

    Mundo

    Um dos participantes nos incidentes em Charlottesville e membro de um grupo de extrema-direita supremacista teme vir a ser detido ou até morto, pelas declarações que fez durante uma reportagem da Vice News, que se tornou viral nas redes sociais.