sicnot

Perfil

Economia

Reembolso antecipado ao FMI pode significar poupanças de 700 M€ ao Estado

O reembolso antecipado de 14.000 milhões de euros ao FMI deve significar uma poupança de 700 milhões de euros aos cofres do Estado, avançou hoje a presidente da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), Cristina Casalinho.

"As poupanças são significativas e no cúmulo podem ser na ordem dos 700 milhões para o montante total", de 14.000 milhões de euros, respondeu Cristina Casalinho aos jornalistas, no final da sua audição na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública. 

Já o reembolso previsto para este ano permitirá uma poupança "na ordem dos 100 milhões de euros", disse a presidente do IGCP.

Na semana passada, a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, disse que Portugal reembolsará em março 6.000 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI), dos 14.000 milhões previstos em dois anos e meio.

Cristina Casalinho adiantou esta manhã no parlamento que o Estado vai emitir mais 4.000 milhões de euros este ano do que inicialmente previsto e reduzir a 'almofada financeira' em 2.000 milhões de euros para reembolsar o FMI.

Na última atualização da estratégia de financiamento da dívida pública, de janeiro, o IGCP antecipou que as necessidades líquidas de financiamento do Estado sejam de 11,2 mil milhões de euros em 2015 e que a reserva financeira no final do ano seja de 10,2 mil milhões, prevendo-se ainda que sejam precisos 11 mil milhões de euros para financiar o Estado em 2016.



Lusa
  • Alianças do PS marcam discursos no Congresso do PS
    2:51
  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.

  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57