sicnot

Perfil

Economia

BCE reúne-se hoje com atenções centradas na compra de ativos e na Grécia

O Banco Central Europeu (BCE) deverá divulgar hoje mais detalhes do programa alargado de compra de ativos que anunciou em janeiro, após uma reunião de política monetária que decorre em Chipre.

© Yannis Behrakis / Reuters

O conselho de governadores realiza a sua segunda reunião de política monetária de 2015 em Nicósia, Chipre, já que duas vezes por ano estas reuniões decorrem fora de Frankfurt, onde a instituição tem a sua sede.


A maior parte dos analistas prevê que o BCE mantenha a sua taxa de juro diretora no mínimo histórico de 0,05%.


O BCE divulgará também as suas previsões económicas para 2015, 2016 e 2017.


Na conferência de imprensa que se seguiu à reunião de 22 de janeiro, o presidente do BCE, Mario Draghi, anunciou que a instituição começaria em março a comprar mensalmente 60 mil milhões de euros de dívida pública e privada, justificando a medida com o persistente nível baixo de inflação.


Na ocasião, Draghi explicou que este programa de compra de ativos vai durar pelo menos até ao final de setembro de 2016 e disse que a iniciativa obteve o acordo da "larga maioria" dos membros do conselho de governadores.


Agora, prevê-se que sejam divulgados mais detalhes desse programa.


A Grécia e a situação de liquidez dos bancos gregos deverão também ser assuntos em foco na reunião.


Lusa


  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.