sicnot

Perfil

Economia

Passos Coelho vai responder aos deputados sobre dívidas à Segurança Social

Passos Coelho vai responder aos deputados sobre dívidas à Segurança Social

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, garante que o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, vai responder às perguntas dos partidos sobre as dívidas à Segurança Social. No período de declarações políticas, no Parlamento, Montenegro garantiu que Passos não foi beneficiado.

  • Ferro Rodrigues acusa Passos de não respeitar presunção da inocência
    0:41

    País

    O líder parlamentar do PS diz que a carta de Sócrates é uma reação indignada à violação de um direito constitucional por parte de Passos Coelho e que a presunção de inocência não está a ser respeitada. Ferro Rodrigues considera também que António Costa fez bem quando ontem não respondeu às perguntas da SIC sobre a dívida do primeiro-ministro à Segurança Social.

  • Oposição quer conhecer ao pormenor carreira contributiva de Passos Coelho
    2:40

    Economia

    Apesar dos repetidos esclarecimentos de Passos Coelho, ainda há perguntas por responder. Todos os partidos da oposição entregaram no Parlamento requerimentos para saber ao pormenor o que se passou entre 1999 e 2004. Anos em que o primeiro-ministro acumulou dívidas à Segurança Social e que, de acordo com o jornal Público, não foram todas contabilizadas. Parte da dívida terá sido dado como prescrita. O valor entre 1999 e 2004 com juros seria superior a 8 mil euros. A Segurança Social terá tido em conta o valor entre 2002 e 2004.

  • PCP quer que Passos esclareça a falta de pagamentos à Segurança Social
    0:40

    País

    O PCP espera que o primeiro-ministro esclareça o caso da falta de pagamentos à Segurança Social antes do debate quinzenal agendado para 11 de Março. O líder parlamentar comunista diz que as explicações de Pedro Passos Coelho não convencem e, por isso, o partido já entregou, na Assembleia da República, um conjunto de perguntas que quer ver respondidas pelo primeiro-ministro.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.