sicnot

Perfil

Economia

UTAO estima défice de 4,7% com medidas extraordinárias, mas sem resolução do BES

A Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) estima que o défice em contabilidade nacional em 2014 se tenha situado em 4,7% do PIB com operações de natureza extraordinária, mas sem contar eventuais impactos da resolução do BES.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Yves Herman / Reuters

"Estima-se que o défice em contabilidade nacional se tenha situado em 4,7% do PIB [Produto Interno Bruto], 3,7% do PIB excluindo operações de natureza extraordinária", afirmam os técnicos da UTAO, numa nota sobre a execução orçamental de janeiro deste ano a que a agência Lusa teve hoje acesso.

De fora da estimativa para o défice de 2014 apurada pela UTAO ficou "qualquer impacto da subscrição de capital do Novo Banco pelo Fundo de Resolução, realizada no terceiro trimestre, por não ser ainda possível antecipar o efeito final" da medida no ano passado, justificam os técnicos. 

"Recorde-se que este impacto dependerá do valor e da data em que se venha a concretizar a venda do Novo Banco, o que poderá determinar um acréscimo do défice para o conjunto do ano em cerca de 2,8 pontos percentuais do PIB", afirmam os especialistas. 

Entre as medidas extraordinárias que contribuíram para agravar o défice num ponto percentual, a UTAO destaca "pela sua dimensão", o financiamento e a assunção de dívida da Carris e da STCP, realizados no segundo trimestre, num montante equivalente a 0,7% do PIB. 

Os especialistas que apoiam os deputados recordam que a estimativa de 4,7% com medidas extraordinárias está em linha com as previsões mais recentes do Governo, inscritas no Orçamento de Estado para 2015 (OE2015), que antecipavam um défice de 4,8% do PIB no ano passado.

A UTAO afirma ainda que a confirmar-se este valor central o défice em contabilidade nacional (o intervalo da estimativa da UTAO varia entre os 4,5% e os 4,9%, o que corresponde a um défice ajustado de operações extraordinárias entre 3,5% e 3,9% do PIB), "este terá melhorado face ao registado em 2013", considerando um défice em termos globais nesse ano de 4,9% do PIB.  

"Considerando resultados ajustados de medidas extraordinárias, a redução do défice em termos homólogos terá sido, por esse motivo, mais significativa, na ordem dos 1,4 pontos percentuais, de 5,1% para 3,7% do PIB", diz a UTAO.

Os especialistas justificam a redução homóloga do défice orçamental com uma "execução mais favorável ao nível da receita fiscal e contributiva, induzida pela recuperação da atividade económica e pelo combate à fraude, à evasão fiscal e à economia paralela, cujos valores ainda se encontram por determinar com exatidão".

O défice em contas nacionais, a ótica dos compromissos, é a que conta par Bruxelas, é apurada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que prevê divulgar este indicar no final de março.



Lusa

  • "Ainda falta muito em termos de estudo"
    3:51

    Opinião

    Uma equipa internacional de astrónomos, detetou, fora do Sistema Solar, sete planetas semelhantes à Terra, onde a água poderá existir em estado líquido. O anúncio foi feito esta quarta-feira pela NASA. Pedro Machado, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, esteve na Edição da Tarde para falar sobre esta descoberta.

  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.