sicnot

Perfil

Economia

"Zeinal Bava sempre teve conhecimento das aplicações no GES"

O ex-administrador financeiro da Portugal Telecom (PT) Luís Pacheco de Melo disse hoje que o antigo presidente executivo da operadora "sempre teve conhecimento" das aplicações feitas no Grupo Espírito Santo (GES).

Ex-administrador financeiro da Portugal Telecom Luís Pacheco de Melo

Ex-administrador financeiro da Portugal Telecom Luís Pacheco de Melo

ANT\303\223NIO COTRIM

Zeinal Bava, vincou Pacheco de Melo, "sempre teve conhecimento das aplicações no GES", mas como o responsável saiu da PT para a Oi em junho de 2013, o ex-administrador financeiro não comunicou com Bava a mudança em fevereiro de 2014 de títulos de dívida da PT da Espírito Santo International (ESI) para a Rioforte, ambas do GES.

Luís Pacheco de Melo falava na comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do GES, onde começou a ser ouvido pouco depois das 16:00, tendo abdicado de prestar uma declaração inicial.

O responsável é o terceiro elemento ligado à PT a ser escutado pelos deputados, depois dos ex-presidentes Zeinal Bava (na passada quinta-feira) e Henrique Granadeiro (na quarta-feira).

A comissão de inquérito teve a primeira audição a 17 de novembro passado e tinha inicialmente um prazo total de 120 dias, até 19 de fevereiro, mas foi prolongado por mais 60 dias.

Os trabalhos dos parlamentares têm por objetivo "apurar as práticas da anterior gestão do BES, o papel dos auditores externos e as relações entre o BES e o conjunto de entidades integrantes do universo do GES, designadamente os métodos e veículos utilizados pelo BES para financiar essas entidades".



Lusa

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.