sicnot

Perfil

Economia

Caixabank mantém intenção de OPA sobre o BPI ao preço inicial

O Caixabank reafirmou hoje que mantém a intenção de concretizar uma OPA sobre o BPI ao preço de 1,329 euros por ação, valor que considera "adequado", e recusa avaliar uma "eventual fusão" daquele banco com o BCP.

© Albert Gea / Reuters

"O CaixaBank, sempre com o máximo respeito por todas as opiniões dos acionistas do BPI e do seu conselho de administração, considera que o preço da sua Oferta é adequado e que o seu projeto é benéfico para o BPI e para os seus acionistas", indica o banco catalão, maior acionista do BPI, com 44,1 por cento, em comunicado enviado aos reguladores de Espanha e de Portugal.

Por outro lado, o CaixaBank "manifesta que, no atual contexto, não pode avaliar uma eventual fusão entre o BPI e o BCP, cujos termos não foram todavia propostos".

A posição Caixabank surge no dia seguinte ao Conselho de Administração do Banco BPI ter considerado que o preço da oferta pública de aquisição (OPA) lançada pelo CaixaBank sobre aquela entidade "não reflete o valor atual" do banco e não partilha com os acionistas as sinergias anunciadas.

Segundo este órgão, presidido pelo histórico Artur Santos Silva, "o preço que reflete o valor total atual do BPI é de 2,04 euros por ação", especificando que, dentro deste valor unitário por título, 1,12 euros correspondem à valorização da atividade doméstica e 0,92 euros são relativos à atividade internacional do banco.

O banco catalão, liderado por Isidre Fainé, acrescenta que avaliou o relatório do conselho de administração do BPI sobre a OPA publicado na quinta-feira e a carta da Santoro Finance recebida no passado dia 03 de março, que mantém "a vontade e a obrigação de continuar com a Oferta até à sua finalização".

"Uma vez terminada a oferta, o CaixaBank avaliará o seu resultado e a situação do BPI, com a intenção de contribuir para encontrar as melhores alternativas para o BPI e para os seus acionistas", conclui o Caixabank.

O valor total que a gestão do BPI considera adequado para a OPA é de 2,26 euros, 70% acima dos 1,329 euros por ação propostos pelo banco catalão.


Lusa
  • Bruno de Carvalho suspenso por mais 90 dias

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, foi suspenso por 90 dias na sequência de declarações proferidas numa entrevista televisiva em março, anunciou esta terça-feira o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

  • Benfica critica castigo de Samaris e vai recorrer

    Desporto

    O Benfica reagiu esta terça-feira ao castigo de três jogos aplicado ao grego Andreas Samaris, considerando que a decisão, da qual vai recorrer, é prova de que o futebol português está "entregue à instabilidade, à incoerência e à insegurança".

  • "Álvaro" viveu seis anos de maus tratos num casamento de oito
    5:06
  • Governo disposto a ceder a algumas reivindicações dos enfermeiros
    1:58

    Economia

    Os enfermeiros ameaçam voltar à greve se o Governo não lhes der um subsídio no valor de 400 euros. Esta terça-feira o Governo esteve reunido com dois dos quatro sindicatos. O Ministério diz estar disposto a ceder a algumas reivindicações, mas o ministro da Saúde fez saber que o aumento de 400 euros é incomportável. 

  • Como fazer fotos e vídeos menos tremidos
    8:43
  • "As autárquicas deviam estar menos contaminadas pelo Orçamento"
    7:55
  • Viajar a 110 km/h agarrado ao para-brisas de um comboio

    Mundo

    Um homem de 23 anos foi detido por viajar preso a um comboio - mais concretamente ao limpa para-brisas -, que atinge velocidades perto dos 110 quilómetros por hora, numa viagem entre as estações de Leederville e Glendalough, na Austrália.

  • Rapper quer provar que a terra é plana

    Mundo

    O rapper B.o.B. lançou uma campanha na plataforma GoFundMe para enviar satélites que possam comprovar que a Terra é redonda e azul. No ano passado, o norte-americano defendeu nas redes sociais que o planeta é plano.