sicnot

Perfil

Economia

PIB cresceu 0,9% na zona euro e 1,3% na UE em 2014

A economia europeia cresceu 0,9% na zona euro e 1,3% na União Europeia (UE) em 2014, segundo a segunda estimativa, hoje divulgadas pelo Eurostat, que revê em ligeira baixa a primeira previsão para os 28 Estados-membros.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Mal Langsdon / Reuters

A primeira previsão do Eurostat para o acumulado do ano de 2104 era de um crescimento de 0,9% na zona euro e 1,4% na UE.

 

Já no último trimestre de 2014, o Produto Interno Bruto (PIB) aumentou 0,9% na zona euro e 1,3% na UE, face ao mesmo período de 2013.

 

Na variação sucessiva, ou seja, comparando a evolução do quarto trimestre do ano passado com o terceiro trimestre de 2014, o PIB aumentou 0,3% na zona euro e 0,4% na UE.

 

Na comparação homóloga, e segundo os dados disponíveis a Hungria(3,4%) foi o país cujo PIB mais cresceu, seguindo-se a Polónia (3,2%) e a Estónia (2,6%), enquanto Chipre (-1,2%) , Itália (-0,5%) e Áustria (-0,2%) viram as suas economias recuar.

 

Na comparação entre o terceiro e o quarto trimestres de 2014, a Estónia (1,1%), a Hungria (0,9%), a Alemanha, A Espanha e a Polónia (0,7% cada) foram as economias que mais cresceram, ao contrário de Chipre (-0,7), Grécia (-0,4%) e Áustria e Finlândia (-0,2% cada), que conheceram as principais quebras no indicador.

 

Em Portugal, o PIB aumentou 0,7% na comparação homóloga e 0,5% na em cadeia.

 

Na comparação com o trimestre anterior, quer na variação homóloga, quer na em cadeia, o gabinete oficial de estatísticas da UE confirma os valores da primeira estimativa para o período entre outubro e dezembro de 2014 e a tendência de crescimento da economia da zona euro e da UE, já verificada no trimestre anterior.

 

Entre julho e setembro de 2014, a economia tinha crescido 0,2% na zona euro e 0,3% nos 28 Estados-membros, na comparação sucessiva e 0,8% e 1,2%, respetivamente, na homóloga.


Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Mais de duas mil pessoas retiradas do fogo junto ao parque Doñana, no Sul de Espanha

    Mundo

    O incêndio florestal começou ainda na noite deste sábado na aldeia de Las Peñuelas de Moguer, na província de Huelva e obrigou à evacuação de várias localidades e à retirada de mais de duas mil pessoas, de vários alojamentos turísticos (incluindo o Parador de Mazagon, dois parques de campismo e um hotel). Foi ainda ativado o plano de emergência da província.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.