sicnot

Perfil

Economia

Produção Automóvel caiu 16,9% em fevereiro

A produção automóvel caiu 16,9% em fevereiro, em relação ao mesmo mês do ano passado, com um total de 13.484 veículos automóveis produzidos, divulgou hoje a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

 De acordo com uma nota de imprensa da ACAP, este valor da produção situa-se 11,4% abaixo da produção média registada nos meses de fevereiro dos últimos cinco anos, que foi de 15.223 veículos.

"Esta evolução negativa da produção no mês de fevereiro foi determinada pelo decréscimo do fabrico de veículos ligeiros de passageiros (-12,7%) e de veículos comerciais ligeiros (-31,2%), pois a produção de veículos pesados cresceu 27,4 por cento, face ao ano anterior", considerou a ACAP. 

Do total de veículos produzidos em fevereiro, destinaram-se à exportação 12.797 veículos, o que corresponde a 94,9% da produção nacional.

Nos primeiros dois meses de 2015 foram produzidos 27.231 veículos automóveis, ou seja, menos 3,5% que no mesmo período do ano passado. 

Destes, 20.484 foram veículos ligeiros de passageiros (mais 6%), 6.128 foram veículos comerciais ligeiros (menos 27,2%) e 619 foram veículos pesados (mais 25,3%). 

As exportações neste período ascenderam a um total de 25.795 veículos, ou seja, menos 5,8% do que no período homólogo.

A Europa absorveu 81,6% das exportações portuguesas de veículos automóveis nos dois primeiros meses deste ano, o que corresponde a mais 0,7 pontos percentuais que no mesmo período do ano passado.




Lusa
  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.