sicnot

Perfil

Economia

Juncker lamenta falta de progressos nas negociações com a Grécia

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, lamentou hoje, em Bruxelas, a falta de progressos nas recentes negociações com Atenas sobre o prolongamento da ajuda financeira à Grécia, mas disse acreditar no sucesso.

© Eric Vidal / Reuters

"Não estou satisfeito com os desenvolvimentos na Grécia nestas últimas semanas, acho que não progredimos o suficiente, mas vamos esforçar-nos por uma conclusão bem sucedida", disse Juncker, numa curta declaração à entrada para uma reunião com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.


Juncker considerou o encontro entre ambos como "decisivo" e salientou querer "um sucesso e não um falhanço" nas negociações com Atenas.


"Temos falado por telefone, mas decidimos agora fazê-lo pessoalmente e tentaremos avançar na direção de uma conclusão bem sucedida das questões que temos de tratar", salientou.


Por seu lado, Tsipras disse que está a "debater o melhor modo de aplicar as decisões tomadas no Eurogrupo de 20 de fevereiro" passado.


O líder do Governo grego chegou hoje de manhã à sede da Comissão vindo de um encontro com o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, a quem assegurou não haver "um problema grego, mas sim europeu".


No final da reunião com Schulz, o chefe do executivo ateniense assegurou que a Grécia está a cumprir com os seus compromissos e sublinhou esperar que os seus parceiros façam a sua parte para ser encontrada "uma solução".


Schulz apelou, por seu lado, a um maior diálogo entre as partes.


A Grécia iniciou na quarta-feira as negociações técnicas com a Comissão Europeia (CE), o Banco Central Europeu (BCE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI), sob o alerta de que será preciso um acordo para que seja emprestado mais dinheiro a Atenas.


O Eurogrupo chegou a 20 de fevereiro passado a um acordo sobre o prolongamento por quatro meses, até junho, da assistência financeira à Grécia.


Em contrapartida, as autoridades gregas comprometeram-se a conduzir uma série de reformas, em linha com as condições previstas no atual programa.



Lusa



  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.