sicnot

Perfil

Economia

PCP quer saber quando foi Durão Barroso informado da situação no BES

O Partido Comunista Português (PCP) apresentou hoje um conjunto de perguntas endereçadas ao antigo presidente da Comissão Europeia Durão Barroso, procurando saber, por exemplo, quando foi informado da situação do BES.

"Enquanto presidente da Comissão Europeia foi informado da situação que se vivia no BES/GES [Grupo Espírito Santo]? Quando e em que circunstâncias?", interrogam os comunistas, num bloco de oito perguntas endereçadas a Barroso.


O PCP, coordenado na comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do GES pelo deputado Miguel Tiago, pretende também saber se a 'troika', antes de sair de Portugal, "conhecia a situação" no banco e no grupo.


"Confirma a afirmação do dr. Carlos Moedas (...) sobre as preocupações em resolver o problema do BES só depois de terminada a intervenção da 'troika' em Portugal?", é perguntado.


Também hoje os comunistas apresentaram um conjunto de perguntas ao construtor José Guilherme, procurando, por exemplo, confirmar o pagamento de um presente de 14 milhões de euros ao antigo banqueiro Ricardo Salgado.


"Qual a sua relação com o BES Angola (BESA)? Que créditos obteve do BESA na sua atividade em Angola? Como eram decididos esses créditos, nomeadamente como era avaliado o risco de incumprimento?", perguntam os comunistas.


A comissão de inquérito teve a primeira audição a 17 de novembro passado e tinha inicialmente um prazo total de 120 dias, até 19 de fevereiro, mas foi prolongado por mais 60 dias.


Os trabalhos dos parlamentares têm por objetivo "apurar as práticas da anterior gestão do BES, o papel dos auditores externos e as relações entre o BES e o conjunto de entidades integrantes do universo do GES, designadamente os métodos e veículos utilizados pelo BES para financiar essas entidades".


Lusa


  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.