sicnot

Perfil

Economia

Taxa de emprego em Portugal com maior queda da UE no 4.º trimestre face ao anterior

Portugal registou a maior queda da taxa de emprego entre os Estados-membros da União Europeia (UE) no quarto trimestre do ano passado, ao recuar 1,4% face ao trimestre anterior, segundo o Eurostat.

O Governo está disposto a dar um apoio financeiro igual a metade do Indexante dos Apoios Sociais (IAS), o que corresponde a 219,61 euros, durante quatro meses, aos desempregados que aceitem empregos de curta duração a mais de 100 quilómetros da sua residência. (Arquivo)

O Governo está disposto a dar um apoio financeiro igual a metade do Indexante dos Apoios Sociais (IAS), o que corresponde a 219,61 euros, durante quatro meses, aos desempregados que aceitem empregos de curta duração a mais de 100 quilómetros da sua residência. (Arquivo)

LUSA

O valor negativo da taxa de crescimento do emprego em Portugal, entre outubro e dezembro do ano passado, acontece depois dos avanços no emprego registados tanto no segundo como no terceiro trimestre de 2014, de 0,9% e 1,4%, respetivamente.


Já fazendo a comparação homóloga - o quarto trimestre de 2014 com o mesmo trimestre de 2013 - a taxa de emprego aumentou 0,7% em Portugal. No terceiro trimestre, esta taxa tinha sido de 1,9%.


Quanto a dados agregados, de acordo com os dados hoje divulgados pelo gabinete oficial de estatísticas da UE, o número de pessoas empregadas aumentou uns ligeiros 0,1% na zona euro, entre outubro e dezembro, face ao trimestre anterior, enquanto no total dos 28 países da UE o avanço foi de 0,2%. 


Em termos homólogos, o emprego aumentou 0,9% na zona euro no quarto trimestre de 2014 e 1% na UE.


A taxa de emprego dá conta da percentagem de variação de pessoas empregadas.


Segundo as estimativas do Eurostat, 226,7 milhões de pessoas tinham emprego na UE no quarto trimestre de 2014, sendo que dessas 148,6 milhões viviam nos países que partilham euro.


Lusa
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.