sicnot

Perfil

Economia

Diretor-geral demissionário admite que lista VIP foi estudada

Diretor-geral demissionário admite que lista VIP foi estudada

Afinal, a polémica lista VIP não era apenas imaginação e já fez uma baixa: o diretor-geral da Autoridade Tributária demitiu-se esta quarta-feira. Na carta de demissão, Brigas Afonso admite que a medida foi estudada mas insiste que nunca chegou a sair do papel. Tudo isto no dia em que a revista Visão revela as gravações onde um alto funcionário do Fisco diz que a lista existe e foi utilizada.

  • Alegada lista VIP de contribuintes já provocou uma demissão

    Economia

    A existência ou não de uma lista VIP de contribuintes começou por ser falado a 11 de março num debate quinzenal no parlamento e em poucos dias foram diversas as notícias em torno do caso, que motivou já uma demissão na Autoridade Tributária (AT). O diretor-geral da AT, António Brigas Afonso, demitiu-se esta quarta-feira, e o primeiro-ministro veio já dizer que o responsável "fez bem" em apresentar a demissão, manifestando ainda que mantém a confiança política no secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.