sicnot

Perfil

Economia

Ministro alemão diz que Atenas tem pouco tempo para encontrar soluções

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, afirmou esta quarta-feira que a Grécia "tem o tempo contado" e considerou "cada vez mais difícil encontrar soluções" para os problemas de Atenas.

"Eu, e todos os que seguem a situação, temos a impressão de que o tempo está contado para a Grécia", com os cofres vazios, declarou o ministro durante a conferência de imprensa de apresentação do projeto de orçamento para 2016, em Berlim. (Arquivo)

"Eu, e todos os que seguem a situação, temos a impressão de que o tempo está contado para a Grécia", com os cofres vazios, declarou o ministro durante a conferência de imprensa de apresentação do projeto de orçamento para 2016, em Berlim. (Arquivo)

Giuseppe Aresu / AP

"Eu, e todos os que seguem a situação, temos a impressão de que o tempo está contado para a Grécia", com os cofres vazios, declarou o ministro durante a conferência de imprensa de apresentação do projeto de orçamento para 2016, em Berlim.

"Vai ser cada vez mais difícil encontrar soluções, essa é a grande preocupação", acrescentou o ministro, na véspera de uma cimeira europeia em Bruxelas e quando volta a ser agitada a possibilidade de uma saída da Grécia da zona euro.

As relações entre Berlim e Atenas voltaram a ficar mais tensas na semana passada, quando o governo grego se queixou de declarações feitas por Schäuble sobre o seu homólogo grego, Yanis Varoufakis.

"Não tenho conhecimento de qualquer declaração incorreta feita por mim em relação a qualquer político grego", disse o ministro.

Por sua vez, o ministro da Economia alemão, Sigmar Gabriel, pediu uma racionalização do debate.

"Não se trata da Grécia contra a Alemanha", afirmou, "mas de manter a estabilidade da zona euro", acrescentou, reafirmando o seu "enorme respeito pelo que a população grega sofreu" nos últimos anos de crise no país.

Hoje, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, também afirmou que continua preocupado com a falta de progressos nas negociações entre a Grécia e os seus credores e exortou "todas as partes" a intensificarem os esforços.
Lusa
  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57