sicnot

Perfil

Economia

Pacheco de Melo renuncia ao cargo de administrador na PT SGPS

Luís Pacheco de Melo renunciou ao cargo de administrador na PT SGPS. A decisão foi esta quarta-feira comunicada à CMVM pela empresa.

Pacheco de Melo, o número 2 de Henrique Granadeiro, já tinha saído da área financeira, na sequência do polémico investimento da PT na Rioforte.

Pacheco de Melo, o número 2 de Henrique Granadeiro, já tinha saído da área financeira, na sequência do polémico investimento da PT na Rioforte.

Lusa

Pacheco de Melo, o número 2 de Henrique Granadeiro, já tinha saído da área financeira, na sequência do polémico investimento da PT na Rioforte. Uma aplicação de quase 900 milhões de euros, em papel comercial, da "holding" do Grupo Espírito Santo, que acabou por ditar a venda da empresa aos franceses da Altice.
  • Ex-administrador da PT SGPS diz que Bava propôs favorecimentos e contraria Granadeiro
    2:37

    Economia

    A relação entre o Grupo Espírito Santo (GES) e a Portugal Telecom (PT) pode ter ficado mais clara após a audição de um antigo administrador financeiro da PT, na comissão parlamentar de inquérito ao Banco Espírito Santo (BES). Pacheco de Melo falou de uma ocasião em que o então presidente executivo Zeinal Bava propôs favorecimentos e contrariou o ex- presidente do Conselho de Administração Henrique Granadeiro sobre o investimento ruinoso de 900 milhões de euros, no qual diz ter sido enganado pela família Espírito Santo.

  • Cessar-fogo violado na Síria
    1:37
  • Chuva regressa nos próximos dias
    1:30
  • Luso-canadiana quer atingir os 7 cumes mais altos dos 7 continentes
    2:08